Olimpiadas de Atlanta de 1996

Jogos de Atlanta (EUA), em 1996, marcaram o centenário do evento, disputado primeiro na Grécia (Foto:AFP)

LANCE!
29/07/2016
08:20
São Paulo (SP)

A escolha de Atlanta, nos Estados Unidos, para ser a sede da edição de 100 anos dos Jogos Olímpicos foi polêmica. Os “tradicionalistas” esperavam vitória de Atenas, na Grécia, berço olímpico, mas a votação apontou 51 a 35 para a cidade americana. Vitória dos “capitalistas”, já que a gigante Coca-Cola e a rede de televisão CNN são sediadas na cidade.

O terrorismo voltou a assustar a comunidade olímpica em 1996. Durante um show musical, no dia 27 de julho, no Centennial Olympic Park, uma bomba explodiu e matou duas pessoas: a espectadora Alice Hawthorne e o câmera turco Melih Uzunyol. Outras 110 pessoas ficaram feridas no ataque. Apenas nove anos depois, o culpado pelo atentado foi encontrado. Eric Rudolph assumiu a responsabilidade. Ele fazia parte de um grupo terrorista conhecido como “Exército de Deus”.

O velocista americano Michael Johnson foi o primeiro homem a vencer na mesma edição os 200m e 400m rasos. De quebra, ele superou o recorde mundial em ambas as provas. Minutos antes do feito do americano, a francesa Marie-José Perec fez o mesmo entre as mulheres.

O atacante americano Karch Kiraly, bicampeão olímpico como jogador de vôlei de quadra em Los Angeles (EUA), em 1984, e Seul (COR), em 1988, conquistou o seu terceiro ouro em Atlanta-1996, mas em outro esporte: o vôlei de praia. Kent Steffes era seu parceiro na modalidade.

A família Jabrailov ficou dividida na torcida por dois irmãos na competição de luta livre. Nascidos na Chechênia, uma república russa, Elmadi e Tucuman se enfrentaram por países diferentes nos Jogos de Atlanta. O primeiro competiu pelo Cazaquistão, enquanto o outro pela Moldávia. A vitória ficou com Elmadi, pelo placar de 10 a 8.

O sul-africano Josia Thugwane, vencedor da maratona em Atlanta-1996, começou a carreira no atletismo de uma forma inusitada. Ele era segurança de uma mina de carvão e corria diariamente para chegar ao trabalho. A estreia em maratonas aconteceu apenas em 1991. A participação nos Jogos, porém, esteve em risco, já que quatro meses antes ele foi baleado de raspão no rosto em uma tentativa de assalto.