HOME - Giovane Gávio e Tande na concentração da União da Ilha (Foto: Carlos Eduardo Sangenetto/LANCE!Press)

Giovane Gávio e Tande na concentração da União da Ilha (Foto: Carlos Eduardo Sangenetto/LANCE!Press)

Carlos Eduardo Sangenetto
08/02/2016
00:15
Rio de Janeiro (RJ)

A União da Ilha do Governador, segunda escola de samba a desfilar no Grupo Especial da Marquês de Sapucaí, convidou os deuses do Olimpo para cair no samba no ano da Rio-2016. E para encerrar sua apresentação, um time de craques do vôlei brasileiro era o destaque da alegoria que levantou a galera na concentração.

Os mais assediados pelo público foram Giovane Gávio e Tande. Campeões olímpicos em Barcelona-1992, os medalhistas lembraram a relação direta que tiveram com o Carnaval durante a disputa dos Jogos.

- Nosso lema em Barcelona era "Sonhar não custa nada, o meu sonho é tão real". Esse samba nos motivou na briga pelo ouro - disse Tande, fazendo referência ao samba antológico da Mocidade Independente de Padre Miguel daquele mesmo ano e orquestrando os demais atletas na cantoria.

Quem também ganhou muito o carinho do público foi Giba, que durante as dezenas de fotos que tirou com os fãs, mostrou-se ansioso para sua primeira aparição no sambódromo carioca.

HOME - Giovane Gávio brinca com componente da União da Ilha (Foto: Carlos Eduardo Sangenetto/LANCE!Press)
Giba faz foto descontraída com fantasia curiosa de componente da Ilha do Governador (Foto: Carlos Eduardo Sangenetto/LANCE!Press)