Lucas Pastore
12/08/2016
06:05
Rio de Janeiro (RJ)

Quando Patty Mills partiu para o basquete da China em 2011, sua carreira parecia destinada ao ostracismo. Mas nesta sexta-feira, às 14h15, na Arena Carioca 1, o armador enfrenta a seleção do país asiático como campeão da NBA e cestinha da Olimpíada de Londres para manter a sua Austrália no posto de sensação dos Jogos do Rio.

Mills foi selecionado pelo Portland TrailBlazers na 55ª escolha do Draft de 2009 da NBA. Dois anois depois, o locaute da liga profissional americana travou sua renovação contratual, e o armador foi jogar no Melbourne Tigers de seu país. Depois de nove partidas, acertou sua transferência para o Xinjiang Flying Tigers, da China.

– Eu não fiquei lá por muito tempo, foram só algumas partidas durante o locaute. Me lembro de que era muito frio, tinha muita neve – disse Mills, perguntado pelo LANCE! sobre as lembranças do país.

Mills disputou 12 jogos pelo time asiático, apresentando médias de 26,5 pontos, 3,8 rebotes e 3,7 assistências em 35 minutos por exibição. O desempenho chamou a atenção do San Antonio Spurs, que resolveu levá-lo de volta para a NBA na reta final da temporada 2011/2012.

Foi a partir daí que a carreira de Mills começou a decolar. Cestinha da Olimpíada de Londres com média de 21,2 pontos por jogo, o armador renovou com o Spurs, franquia em que joga até hoje, e se tornou campeão da NBA em 2014.

Agora, Mills tenta fazer história pela seleção australiana, que nunca foi ao pódio na Olimpíada, começou sua campanha vencendo as favoritas França e Sérvia e ficando perto de uma zebra histórica contra os Estados Unidos.

Com média de 25,7 pontos por jogo, Mills já é destaque no Rio. A China, velha conhecida do armador, é a sua próxima vitima.

QUEM É ELE

Nome
Patrick Sammy Mills

Nascimento
11/8/1988 - Canberra (AUS)

Posição
Armador

Altura
1,83m

Peso
84 kg

Título
Campeão da NBA em 2014

Honrarias
Cestinha olímpico em 2012, tem sua camisa imortalizada em Saint Mary

NÚMEROS DE MILLS

Saint Mary
Patty Mills começou sua carreira jogando basquete universitário nos Estados Unidos. Atuou por duas temporadas por Saint Mary, apresentando, em média, 16,4 pontos e 3,7 assistências em 32,7 minutos por exibição.

Rumo à NBA
As atuações por Saint Mary chamaram atenção do Portland TrailBlazers, que selecionou Mills na 55ª escolha do Draft de 2011 da NBA. Pela franquia de Ohio, o armador apresentou médias de 2,6 pontos em 3,8 minutos em sua primeira temporada como profissional e 5,5 pontos
em 12,2 minutos na segunda.

Partiu China!
O locaute da NBA atrapalhou a renovação de Mills com o Blazers, e o armador foi jogar em seu país. Depois de rápida passagem pelo Melbourne Tigers, o australiano se mudou para o Xinjiang Flying Tigers, da China, onde obteve, em média, 26,5 pontos, 3,8 rebotes e 3,7 assistências em 35 minutos por exibição.

De volta à NBA
Mills joga no Spurs desde 2012. Foi campeão da NBA em 2014 e cestinha em Londres.