Vila Olímpica

Vila Olímpica foi aberta para os atletas neste domingo (Foto: Roberto Castro/ME/Brasil2016)

Guilherme Cardoso e Marcelo Laguna
24/07/2016
17:26
Enviados Especiais ao Rio de Janeiro (RJ)


O Comitê Olímpico da Austrália voltou a se manifestar sobre os problemas encontrados nos apartamentos da Vila Olímpica dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, neste domingo. Em conversa com a imprensa em frente à entrada da Vila, Kitty Chiller, chefe de missão australiana, explicou a situação.

- Fizemos os testes no sábado e tinha água escorrendo pelas paredes, transbordando pelo chão – afirmou a dirigente, uma ex-atleta do pentatlo moderno em seu país.

A expectativa dos australianos é que nesta quarta-feira a situação esteja resolvida e que os atletas já possam desembarcar na Vila. Por enquanto, eles consideram o local impossível de ser habitado. Até por isso, os membros da delegação vão ficar em dois hotéis e até mesmo em uma das Vilas de Mídia.

Além das inundações, o Comitê Olímpico da Austrália apontou uma preocupação com a falta de acabamento elétrico, o que poderia causar um acidente maior com a combinação com a água.

- Aumentaram o número de pessoas para consertar. As pessoas estão mexendo nos encanamentos, nos locais onde estão os problemas. Vamos ver o dia a dia. Nosso pensamento é vir para a Vila na quarta-feira – explicou Kitty, que aproveitou para elogiar o local destinado aos atletas mesmo diante de tantos problemas.

- Definitivamente, não é uma das piores Vilas. Ela é uma das mais bonitas em que já estive, a sala de jantar, os centros de convivência e de boas-vindas, os voluntários... Tudo parece espetacular. Tivemos esses problemas dentro dos prédios e, assim que estiverem consertados, poderemos falar que é uma das melhores Vilas em que já estivemos – avaliou.