Lucas Pastore e Luis Fernando Coutinho
16/08/2016
21:25
Rio de Janeiro (RJ)

O mais novo campeão olímpico do Brasil mostrou que pretende fazer com que sua vitória impacte mais vidas além da sua. Depois de vencer o francês Sofiane Oumiha na final da categoria até 60 kg e garantir a primeira medalha de ouro no boxe na história do país, Robson Conceição pediu mais apoio à modalidade antes de ouvir conselho de Popó, que, na coletiva após a decisão, pediu para que o resultado seja transformado em projeto social.

- Nós brasileiros não desistimos nunca. Só precisamos de mais apoio no boxe. Brasil é um país em que a imprensa e TV só visam o futebol. O Brasil é o pais da luta e das artes marciais, só podia ter mais apoio. Resultados do boxe vêm sendo feitos há muitos anos. Tem que ter muitos anos de dedicação. Hoje, acho que fiz historia, mas isso é de anos de dedicação e trabalho duro. Estou muito feliz - disse Robson, na zona mista, depois de garantir o ouro.

Após atender os jornalistas pela primeira vez, Robson foi para a coletiva oficial, onde ouviu conselho de Popó. Credenciado como comentarista, o tetracampeão olímpico parabenizou o medalhista e pediu para que ele transforme seu ouro em um projeto social para o país. 

- Com certeza, essa é minha meta. Primeiramente, eu te parabenizo por seu sucesso. Essa é minha meta, criar um projeto social. Na verdade já tenho um, fiz um garoto campeão brasileiro cadete, e espero fazer muito mais - contou Robson, nascido em Salvador.


Ainda sem definir que vai se dedicar a outro ciclo olímpico ou se vai tentar buscar seu espaço no boxe profissional, Robson, por enquanto, só pensa em uma coisa: a festa pelo ouro em sua terra natal.

- Ainda estou sonhando, não quero acordar nunca desse sonho, agora é botar a cabeça no lugar e seguir em frente. Espero carro de bombeiro. Festa. Vamos comemorar bastante com a família - projetou.