Evento Aeroporto de Guarulhos (foto:Fabio Suzuki)

Operação para a Rio-2016 foi apresentada pelos administradores do aeroporto (foto:Fabio Suzuki)

Fábio Suzuki
12/07/2016
16:21
São Paulo (SP) 

A concessionária que administra o Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, montou uma grande operação para receber cerca de 40% dos atletas que competirão nos Jogos Olímpicos Rio-2016. Para facilitar a chegada dos competidores que vêm de outros países, o local contará com uma estrutura especial voltada apenas para os profissionais que foi chamada pelos administradores de “terminal olímpico”.

Nessa estrutura, montada no Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos, foi criado um trajeto específico para o desembarque dos atletas, que contará desde faixas no piso para indicar o caminho a ser percorrido a guichês de imigração da Polícia Federal que foram montados apenas para atender os competidores.

Além disso, a administração do aeroporto tem entrado em contato com as companhias aéreas para solicitar que as bagagens dos atletas tenham uma identificação especial para facilitar a retirada no desembarque. Essa iniciativa foi tomada com base no que ocorreu nos Jogos de Londres, em 2012, onde houve problemas na identificação das bagagens, segundo a concessionária do aeroporto de Guarulhos.

- Na Copa-2014, os voos com as delegações eram fretados e isso facilitava a chegada dos jogadores. Já na Olimpíada, essa chegada ocorrerá em voos comerciais e há a necessidade de uma operação específica para quem irá aos Jogos – diz Antônio Montano, diretor de operações do centro de aviação.

Como muitos atletas que chegarão por São Paulo pegarão uma conexão de voo para o Rio de Janeiro, também haverá um check-in específico para essa finalidade. Toda a operação montada pela concessionária visa evitar o contato dos atletas com o público em geral, evitando assim tumultos e possíveis imprevistos com os profissionais que irão aos Jogos.

Evento Aeroporto de Guarulhos (foto:Fabio Suzuki)
Demarcação no piso indicará trajeto para os atletas (foto:Fabio Suzuki)

- Todo o time do Aeroporto de Guarulhos já está pronto para os Jogos Olímpicos em todas as áreas – comentou Montano.

Em média, o local recebe diariamente cerca de 105 mil passageiros entre embarque e desembarque. Durante a Rio-2016, a expectativa da concessionária que administra o aeroporto é que esse número suba para 130 mil pessoas.

A operação conta também com a instalação de equipamentos especiais voltados para atender atletas paralímpicos, como dois ônibus adaptados para transportar cadeirantes para a área de imigração e a instalação de espaços dedicados para cães-guias.

No Aeroporto de Guarulhos também foi montada uma sala com monitores e mesa para cerca de 20 profissionais que ficará responsável para resolver situações inusitadas. No local, denominado “Sala de Crises”, será definido estratégias para conter qualquer problema que ocorrer no aeroporto relacionado aos atletas.

- Esse tipo de ocorrência é o que tira um aeroporto de sua normalidade operacional e isso pode ocorrer tanto no desembarque de uma delegação olímpica ou de um atleta famoso que atraia um grande número de pessoas – comentou Carlos Schmid, chefe de segurança do Aeroporto de Guarulhos.