canindé vazio, portuguesa

O Canindé está sendo leiloado para quitar dívidas da Portuguesa (Foto:Rodrigo Gazzanel/Futura Press)

RADAR/LANCE!
18/11/2016
15:24
São Paulo (SP)

Nesta sexta-feira, o leilão do Canindé terminou sem nenhum lance pelo site ou presencialmente. A situação do local agora segue indefinida e um novo leilão deve ser marcado com um valor inicial mais baixo. A área tem 42 mil metros e engloba metade do estádio da Portuguesa. A outra metade pertence à Prefeitura de São Paulo.

Apesar do valor total da área ser avaliado pela justiça em R$ 123 milhões, o lance inicial era de R$ 74 milhões. O clube entrou com um mandado de segurança contra o leilão, alegando que o Canindé foi avaliado em um preço abaixo do real, mas a Justiça negou na noite da última quinta-feira.

Uma avaliação contratada pela Portuguesa deu conta que a área vale na verdade R$ 360 milhões. O advogado Maurício Figueiredo Corrêa de Veiga alegou que a negativa da suspensão do leilão significa que a Justiça do Trabalho não pode suspender os efeitos do leilão na hora em que os juízes forem julgar o mérito da questão.

O estádio está sendo leiloado para quitar dívidas trabalhistas da Portuguesa com ex-jogadores, que chega a R$ 47 milhões, e funcionários do clube.