Bruno Foster

Bruno Foster-LAPT (Carlos Monti)

Sérgio Prado
07/03/2016
20:47
Especial para o LANCE!

No começo do Dia 3, a Matemática dizia que os brasileiros eram 12,5% do field do LAPT Chile. Depois de seis níveis de disputa, os 32 jogadores foram reduzidos a apenas oito finalistas. Agora, essa mesma lógica mostra que temos 25% do field. E se esse "crescimento" não for suficiente para comemoração, tenho notícias melhores... Nossos dois representantes na disputa tem os maiores stacks para o início da mesa final amanhã!

Ao final do Dia 2, Rodrigo Strong ficou com o stack bem reduzido... Mas conseguiu uma recuperação incrível, avançando para o Dia 3 e conseguindo crescer o stack sem parar... Na metade dos níveis disputados hoje ele já liderava a disputa com folga e terminou ensacando o maior stack entre os oito finalistas, com 2.482.000 fichas.

Roberly Felício teve uma história parecida. Sua recuperação foi rápida, e ele também triplicou o stack logo nos primeiros níveis. Jogando um pôquer sólido, ele conseguiu ganhar mãos importantes para terminar com a segunda maior pilha de fichas, com 2.301.000. E amanhã também volta confiante para a mesa final.

A parte triste do dia de hoje fica por conta da eliminação de Bruno Foster... O finalista do Circuito Mundial de Pôquer 2014 mostrou um jogo sólido como sempre e parecia presença certa na final. Mas acabou eliminado na 9ª colocação (US$ 12.460), chegando muito perto de sua segunda participação em mesas finais do Latin American Poker Tour. Eduardo Rios, o outro brasileiro que disputou o Dia 3, terminou na 32ª colocação (US$ 3.460).


Veja abaixo a contagem de fichas para a Mesa Final do LAPT Chile:

Rodrigo Strong (Brasil) - 2.482.000 (49 big blinds)
Roberly Felício (Brasil) - 2.301.000 fichas (46 big blinds)
Richard Dubini (Argentina) - 2.174.000 fichas (43 big blinds)
Alex Vega (Chile) - 1.427.000 fichas (28 big blinds)
Fabian Chauriye (Chile) - 1.004.000 fichas (20 big blinds)
Aquiles Espinoza (Chile) - 946.000 fichas (19 big blinds)
Ricardo Matamala (Chile) - 452.000 fichas (9 big blinds)
Carlos Pohmasevic (Argentina) - 408.000 fichas (8 big blinds)
Amanhã a disputa recomeça ao meio dia, com o Nível 27 (Blinds 25.000 / 50.000, com antes de 5.000).