(Foto: PontePress/RodrigoCeregatti)

Wellington Paulista é um dos reforços da Ponte Preta para 2016 (Foto: PontePress/RodrigoCeregatti)

RADAR/LANCE!
13/01/2016
14:31
Campinas (SP)

O atacante Wellington Paulista, recentemente  contratado pela Ponte Preta, se mostra motivado para começar a temporada de 2016. O jogador de 32 anos, contratado junto ao Fluminense, disse que não teve dúvidas quando recebeu à proposta da Macaca.  

- Todas as negociações que eu participo sou eu que decido. Sempre eu que determino para onde vou e desde quando chegou o primeiro contato da Ponte Preta eu sempre quis vir para cá. Fiquei o final do ano todo esperando a negociação. Não tinha cabeça em voltar para o Fluminense e meu contato era só com a Ponte Preta. Fiquei ansioso para que se resolvesse e deu tudo certo - afirmou o jogador ao site oficial da Ponte.

O atacante sabe que a torcida pontepretana é exigente e, cobrará gols de seus jogadores de frente. Para Wellington Paulista, além dos gols, outra forma de conquistar os torcedores é mostrar empenho e raça dentro de campo.

- Não sou de prometer gols. Prometo empenho, raça e determinação, que é a minha característica. Os gols sairão naturalmente e espero que eu possa ajudar a Ponte da melhor maneira possível. Todo campeonato que eu disputo eu espero ser artilheiro. Já fui vice artilheiro do Paulistão uma vez e vou brigar para estar lá em cima de novo. Não só no Paulistão, mas na temporada toda vou buscar fazer gols - declarou o atleta, mostrando ainda conhecer bem a torcida alvinegra:

- Já conheço a torcida da Ponte há tempos. Toda vez que vim jogar aqui foi complicado. Os torcedores incentivam bastante, praticamente o tempo todo. Temos que ter eles do nosso lado. Vamos correr dentro de campo, e com gols e vitórias deixar eles felizes. Não importa como, vamos tentar conquistar e estar dentro de campo para ajudar - continuou o centroavante.

Wellington Paulista ainda ressaltou a importância de fazer uma boa pré-temporada e assegurou estar se ambientando ao novo clube .

- Sei do que posso fazer e onde posso ajudar. Tenho que trabalhar. Preciso estar bem fisicamente. Me conheço bem e, quando não faço a pré-temporada, para mim é desgastante o tempo todo. Estou começando bem, fazendo tudo certinho, me ambientando com o grupo, que é muito bom de jogadores e vamos buscar primeiramente o título paulista e depois vamos ver o que faremos no Brasileiro - concluiu o jogador.