Ferrugem durante primeiro treino da Ponte Preta em 2016 (Foto: PontePress/RodrigoCeregatti)

Ferrugem durante primeiro treino da Ponte Preta em 2016 (Foto: PontePress/RodrigoCeregatti)

RADAR/LANCE!
05/01/2016
13:40
Campinas (SP)

Um dos atletas que criou uma forte identificação na Ponte Preta nos últimos anos, está de volta. Depois de deixar à Macaca, por empréstimo, em 2014, Ferrugem atuou pelo Corinthians e, no ano passado, defendeu o Sport. Feliz com o retorno, o meia admite que sentiu 'saudades' e afirmou que está pronto para jogar pelo time alvinegro.

- É bom estar de volta. Senti saudades. A Ponte é o clube que abriu as portas para mim e tive a oportunidade de jogar em outros grandes clubes através da Ponte. Volto com o empenho, coração aberto e muito a vontade de novamente mostrar meu futebol - afirmou Ferrugem, ao site oficial da Ponte Preta.

Além de ter passado pelo Corinthians e Sport, nesse um ano e meio longe da Ponte, o meia ainda teve uma breve passagem pelo Vissel Kobe, clube japonês, antes de ir para o time do Recife. Novamente integrado ao elenco alvinegro, o jogador espera ter um grande ano em Campinas.

- Acompanhei de fora a evolução da Ponte. A diretoria vem fazendo um excelente trabalho, contratando peças certas. Fico feliz disso estar acontecendo e volto para ajudar. Vamos em busca de títulos e espero ajudar muito em mais essa temporada - afirmou o meia.

Ferrugem também deixou claro que está ansioso para reencontrar a torcida pontepretana:

- Vou trabalhar forte para esse encontro com a torcida seja logo. Sinto saudades, e uma torcida que apoia bastante, nunca deixa de apoiar a equipe, por mais que tenhamos situações difíceis e quero o apoio deles novamente, que é emocionante - ressaltou o jogador, que ainda contou a história que mais o marcou na carreira.

- O momento mais marcante na minha carreira foi sem dúvida ter disputado a final da Copa Sul-Americana pela Ponte. Retornei após um período seriamente machucado, fiz um trabalho de recuperação e fui eleito o melhor em campo. Claro que trocaria ter sido escolhido o melhor da partida pelo título da Ponte, mas foi uma vitória pessoal importante, ainda mais com essa camisa alvinegra - finalizou.