Antonio Carlos, zagueiro da Ponte Preta (Foto: PontePress/FábioLeoni)

Á direita, Antonio Carlos, zagueiro da Ponte Preta (Foto: PontePress/FábioLeoni)

RADAR/LANCE!
19/10/2016
16:36
Campinas (SP)

A partida entre Ponte Preta e Santa Cruz, no último domingo, marcou o jogo de número sete do zagueiro Antônio Carlos como titular da Macaca. Contente com o bom momento na equipe, o defensor ressalta a importância de contar com um grupo unido e aponta o novo objetivo do time pontepretano no Brasileiro.

-  É um grupo muito família. Sabemos a hora de rir, de cobrar, de treinar e esses pontos conquistados foi um peso tirado das nossas costas. Agora vamos partir para mais um objetivo, que é a busca dessa Libertadores que estamos sonhando - afirmou o defensor, apontando também o trabalho do técnico Eduardo Baptista como um diferencial para ter assegurado a participação da Ponte Preta na elite do futebol brasileiro na próxima temporada:

- Nós fazemos aquilo que o professor Eduardo pede, junto com a comissão técnica, que são muito capacitados. O que é passado para nós nos treinos é aplicado nos jogos e estamos tendo resultado. Fazemos o que o professor pede, acima da técnica e do que cada um sabe que pode dar dentro de campo. E é aquela coisa bonita que vimos nos dois últimos jogos, que é a raça e essa torcida maravilhosa - destacou Antônio Carlos.

O zagueiro ainda comentou que a Ponte Preta está focada para conseguir mais vitórias e chegar ao tão esperado G6, no entanto, se for preciso, não descartou 'secar' os rivais. 

- Estou ligado nos nossos jogos. Agora estou jogando na Ponte Preta e eu visto a camisa. Sou pontepretano. Hoje sou Macaca! Eu estou torcendo bastante pela nossa equipe, sei do nosso momento e seco os adversários também, porque futebol é assim - concluiu. 

A Ponte Preta volta a campo no próximo sábado, às 17h (de Brasília), diante do São Paulo, no Morumbi, pela 32ª rodada do Brasileiro.