Ponte Preta x Corinthians

Com muita garra e vontade, Ponte derrota o Corinthians no Moisés Lucarelli - Ricardo Moreira/Fotoarena/Lancepress!

LANCE!
30/10/2017
18:07
Campinas (SP)

Após a vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, no último domingo, a Ponte Preta chegou a 35 pontos e voltou a respirar no Campeonato Brasileiro. Faltando sete rodadas para o fim da competição, a Macaca tem pela frente apenas três partidas diante do seu torcedor, o que pode ser uma dificuldade a mais na luta pela manutenção na primeira divisão.

Para o técnico Eduardo Baptista, o resultado diante do Timão não serviu somente para somar os três pontos, mas também para aumentar a confiança tanto dos jogadores quanto da torcida, que precisam estar lado a lado nessa reta final de campeonato.

- O grupo precisava desse resultado, nós vínhamos de bons jogos contra o Santos e Palmeiras, contra o Avaí sofremos dois chutes e tomamos dois gols e infelizmente não conseguimos mudar. Então o resultado de ontem foi importante principalmente porque a garra e a organização a Ponte prevaleceu sobre uma grande equipe, que é a melhor do Brasileiro hoje. Ficamos contentes em ver a disposição, a ideia comprada pelos atletas. Nos deixa bastante orgulhosos de ver a alegria no resto dos jogadores e do torcedor, é muito gratificante - comemorou o treinador.

Eduardo continuou elogiando o sistema defensivo da Macaca, quefez um grande trabalho em anular o atque corinthiano comandado por Jô.

- Eu sabia que ia enfrentar o melhor centroavante do futebol brasileiro e sabia que os meus dois melhores zagueiros eram o Yago e o Rodrigo, por essa bola no alto. O Rodrigo, com sua experiência, tirou o Jô um pouco do centro, do jogo, ele é muito malandro e essa experiência valeu. E a primeira linha como um todo, colocando o Nino e o Jeferson, foi muito bem. O Corinthians chegou pouco por dentro, mais com bolas alçadas, onde o Jô dá muito trabalho, mas nós tivemos muito sucesso nesse ponto - avaliou Eduardo, que também foi só elogios ao autor do gol, Lucca.

- Nós organizamos para o conjunto fazer o gol e que bom que o Lucca fez. É um menino que batalha demais, que trabalha sério, um líder dentro do grupo e que puxa a palavra quando temos uma reunião. Eu torço muito para que as coisas deem certo - complementou.

Projetando o próximo jogo da Ponte, que será diante do Bahia, fora de casa, o comandante alvinegro afirmou que só a vitória interessa, mesmo sabendo da dificuldade de enfrentar o Tricolor em Salvador.

- Nós temos que ganhar jogo. Temos que pontuar em Salvador. São sete jogos que restam e precisamos ganhar. Uma hora a nota de corte está em 46 e depois o matemático fala em 42, mas o matemático nunca disputou um Campeonato Brasileiro. Temos que fazer a nossa parte. Ontem foi uma vitória importante, em um momento muito importante. Agora é pés no chão, trabalhar a semana, para jogar contra o Bahia - completou.

Bahia e Ponte Preta se enfrentam no próximo domingo, às 18h, na Fonte Nova. Depois, a Macaca recebe o Grêmio, dia 8/11, no Majestoso. A equipe de Eduardo Baptista se encontra atualmente na 17ª posição, com os mesmos 35 pontos de Sport e Coritiba, que vêm logo acima, e do Avaí, que ocupa a 18ª colocação.