Eduardo Baptista, técnico da Ponte Preta, em coletiva (Foto: PontePress/FábioLeoni)

Eduardo Baptista, técnico da Ponte Preta, em coletiva (Foto: PontePress/FábioLeoni)

RADAR/LANCE!
23/06/2016
17:22
Campinas (SP)

Após a goleada por 4 a 0 sofrida para o Cruzeiro, na última quarta-feira, no Moisés Lucarelli, Eduardo Baptista, técnico da Ponte Preta, saiu em defesa de seus jogadores, sobretudo de Clayson.

- O Clayson é um jogador de muita personalidade. Mesmo com as críticas, não se omitiu, errou, acertou, como todos, mas tentou e criou situações, com algumas boas movimentações. Para jogar Série A, tem que ter personalidade e estar preparados para situações como essa - afirmou o comandante alvinegro.

Clayson foi vaiado pela torcida pontepretana durante quase todo o jogo. Isso porque o atacante teve participação no erro que resultou no segundo gol cruzeirense, marcado por Arrascaeta aos 20 minutos do primeiro tempo.

- Temos de ter cuidado. É um jovem que brigou e lutou. Não pode ficar batendo nesse rapaz. Perdemos todos, não podemos jogar em cima de um garoto a responsabilidade do resultado. É um rapaz de caráter, que vem buscando seu espaço, tem altos e baixos, mas em nenhum momento fugiu da luta - acrescentou o treinador.

Eduardo Baptista também lembrou que o time goleado pelo Cruzeiro é o mesmo que já obteve bons resultados, inclusive, diante do Palmeiras, ainda na segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

- Esse mesmo grupo deu respostas muito boas. É ter tranquilidade, não fazer terra arrasada nem sair achando culpados. Com equilíbrio, temos de conversar, já que não tem muito tempo para o próximo jogo, ver o que deu errado e tentar corrigir, com alterações pontuais. Não podemos achar que está tudo errado ou que ninguém presta - concluiu o técnico da Ponte.

O próximo compromisso da Macaca no Brasileirão será no domingo (26), às 16h, diante do Vitória, no Barradão. A Ponte é a décima colocada na tabela de classificação, com 13 pontos, enquanto o Leão ocupa a 16ª posição, com 9.