Eduardo Baptista, técnico da Ponte Preta, durante coletiva (Foto: RodrigoCeregatti/PontePress)

Eduardo Baptista, técnico da Ponte Preta, durante coletiva (Foto: RodrigoCeregatti/PontePress)

RADAR/LANCE!
03/10/2016
15:21
Campinas (SP)

A Ponte Preta faz uma campanha positiva no Campeonato Brasileiro. No entanto, a sequência dos últimos três jogos não foram boas para a Macaca. Após empatar com Chapecoense, e perder para o Atlético-PR, a Macaca sofreu um novo revés, neste último sábado, diante do Atlético-MG. Para o técnico Eduardo Baptista, o resultado de 2 a 1 pode ser explicado também pelos erros de arbitragem.

- Teve pênalti a nosso favor não dado, e o segundo gol deles foi impedido. Em um jogo igual, em um momento que você está melhor contra um adversário tão forte, esse tipo de erro é complicado - disse, complementando:

- Mas é o Campeonato Brasileiro e em uma partida contra um time que pode ser campeão, um arbitro jovem sente a pressão e acabou pendendo para eles. Acabou nos prejudicando. É chato, é triste falar isso, mas talvez a Ponte não tenha tanta visibilidade como o Atlético e pagamos um preço caro por isso - afirmou.

No entanto, o treinador da Ponte fez questão de ressaltar as oportunidades criadas pela Macaca, que poderiam ter definido um placar diferente no Moisés Lucarelli.

- Nós tivemos uns cinco lances antes do gol deles, que não soubemos aproveitar, e temos que dar mérito ao time do Atlético, pois nas pouquíssimas chances que teve, converteu. Voltamos melhores no segundo tempo, conseguimos ficar em cima, criamos chances, todos que entraram deram contribuição positiva ao time - disse, complementando:

- Perdemos para a alta qualidade do time adversário, mas não faltou briga e força de vontade de jogar. Temos falhas a corrigir, mas fizemos um jogo aguerrido e talvez um 2 a 2 fosse mais justo - disse, acrescentando sobre os objetivos do clube na temporada:

- Estamos na 28ª rodada estreando jogador ainda. É o meu nono Campeonato Brasileiro, sei das dificuldades, é manter os pés no chão e quanto antes atingirmos os 46 pontos, aí vamos observar onde poderemos chegar - finalizou.

No brasileiro, a Ponte Preta é o décimo colocado, com 39 pontos. Na próxima rodada a equipe de Campinas enfrenta o Cruzeiro,  no sábado, dia 8, às 21h (de Brasília), no Mineirão.