Alexandre Gallo (Foto: FábioLeoni / PontePress)

Alexandre Gallo destaca vitória da Ponte diante da Ferroviária   (Foto: RodrigoCeregatti / PontePress)

RADAR/LANCE!
14/03/2016
16:35
Campinas (SP)

A vitória diante da Ferroviária por 2 a 1, neste último sábado, trouxe maior tranquilidade à equipe da Ponte Preta, que alcançou seu terceiro triunfo no Campeonato Paulista. Para o técnico Alexandre Gallo, a conquista da Macaca foi de extrema importância e serviu para mostrar o desenvolvimento que a equipe vem tendo na competição.

- Fiquei muito feliz por ganhar uma partida dessa maneira e ver o estádio explodir do jeito que foi. Foi uma vitória super importante contra a Ferroviária que é uma grande equipe e que passa por um momento muito bom. Se você entender o momento da Ferroviária físico e técnico é superior ao nosso e temos que ter humildade e os pés no chão para saber que precisamos trabalhar para evoluir nesses dois fatores. Eu falei no primeiro dia que eu cheguei aqui que não existe mágica no futebol, mas sim trabalho e sequência - disse o treinador da Macaca.

Alexandre Gallo também explicou as mudanças que fez no time ao longo da partida contra a Locomotiva.

- Os detalhes que acontecem no jogo do início até o final as vezes não passam para os torcedores. Nossos três meias são essencialmente de velocidade e estamos passando por um problema de condicionamento do Felipe Menezes e de lesão com o Cristian. O Felipe Menezes precisa ir entrando e jogando cada vez mais minutos caso contrário não existe evolução. Os nossos jogadores são intensos na marcação e tanto Clayson como Rhayner e Felipe Azevedo fazem uma função muito defensiva e isso desgasta - disse, justificando a escolha pelos jogadores que tinha à disposição no banco.

- O Ferrugem entrou e era o nosso único atleta com essa característica, os outros do banco eram zagueiros e meio campoisatas defensivos. A manutenção do Wellington Paulista passou pelo fato dele ser fisicamente muito forte e ser o nosso finalizador. Eu entendo perfeitamente o torcedor que tem as suas escolhas e eu respeito isso, mas precisamos entender o momento que vivemos no dia a dia - concluiu.

A Ponte volta a campo no próximo sábado, diante do Capivariano, fora de casa. A equipe alvinegra ocupa a terceira colocação do Grupo B, com 12 pontos, dois a menos que o Ituano, e três atrás do Palmeiras, líder do Grupo.