Alexandre Mattos

Técnico Marcelo Oliveira ao lado do diretor de futebol, Alexandre Mattos (Foto: Cesar Greco/Fotoarena)

LANCE!
06/01/2016
08:00
São Paulo (SP)

Clube paulista que mais contratou para 2016, o Palmeiras voltou ao trabalho às 9h desta quarta-feira, na Academia de Futebol, com sete reforços já confirmados desde o ano passado e nenhuma perda significativa no time campeão da Copa do Brasil de 2015. Jackson é o único titular que não ficou no Verdão após a virada do ano. A Libertadores é nesta temporada o principal desafio do clube, que tem estreia marcada para 16 de fevereiro, contra River Plate (URU) ou Universidad de Chile, fora de casa.

QUEM CHEGOU E PODE CHEGAR:

O Palmeiras começa a pré-temporada com testes físicos e treinos na Academia de Futebol e, a partir do dia 7, treinará em Itu (SP). A delegação já tem marcada uma viagem para um torneio quadrangular no Uruguai, para onde viaja no dia 18 de janeiro - volta dia 24. A equipe encara o Libertad (PAR) no dia 20 e volta a campo no estádio Centenário em 23/1, contra Nacional (URU) ou Peñarol (URU). Com o elenco que Marcelo Oliveira, tem à disposição, o time-base é: Fernando Prass, Lucas, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Matheus Sales e Arouca; Dudu, Robinho e Gabriel Jesus; Barrios.

QUEM SAIU E PODE SAIR:

'Time quase pronto e bons reforços'
por Fellipe Lucena, setorista do Palmeiras no LANCE!

O palmeirense que terminou 2015 sonhando com contratações de impacto para a Libertadores pode até começar 2016 com um pé atrás, mas o clube qualificou bem o elenco em uma janela de transferências pouco aquecida. Se o time mantiver o nível da reta final da Copa do Brasil - não o da parte derradeira do Brasileirão - é possível dizer que os ajustes necessários serão poucos.

Sem a ajuda da Crefisa, que desta vez não foi acionada por Paulo Nobre para bancar contratações, como fez com Barrios, o Palmeiras fez apostas que tendem a dar certo: o goleiro Vagner (ex-Avaí), o volante Rodrigo (ex-Goiás), os meias Régis (ex-Sport) e Moisés (ex-Rijeka, da Croácia) e o atacante Erik (ex-Goiás).

Para a zaga, que perdeu Jackson e Victor Ramos, vieram atletas mais rodados: Edu Dracena (ex-Corinthians) e Roger Carvalho (ex-Botafogo), além do garoto Thiago Martins, que volta de empréstimo ao Paysandu. O lateral-esquerdo Victor Luis, que estava no Ceará, e o atacante Luan, que se recuperava de lesão após defender o Sharjah (EAU), também devem ser reintegrados.

Exceto pela defesa, que terá qualidade semelhante à do ano passado após as mudanças, o balanço foi positivo mesmo com o fracasso na busca por Jean, do Fluminense, que chegou a estar bem perto. Quem chegou tem mais a acrescentar do que quem saiu. Aranha, Fábio, João Paulo, Andrei Girotto e Amaral também deixaram o clube. Mouche será o próximo.

O Palmeiras vai se reapresentar nesta quarta-feira, na Academia de Futebol, provavelmente com duas pendências a resolver: os atacantes Kelvin e Rafael Marques ainda não sabem se permanecem, mas o elenco certamente estará pronto em 31 de janeiro, data da estreia no Paulistão, contra o Botafogo-SP - salvo as "oportunidades de mercado" que Alexandre Mattos não gosta de desperdiçar.

OS PRIMEIROS DESAFIOS DO ANO:

Torneio Quadrandular - em Montevidéu
20/1 - Palmeiras x Libertad (PAR)
23/1 - Palmeiras x Nacional (URU)/Peñarol (URU)

Paulistão
​31/1 - Botafogo-SP x Palmeiras
3/2 - Palmeiras x São Bento
10/2 - Oeste x Palmeiras
14/2 - Palmeiras x Linense
​21/2 - Palmeiras x Santos

Libertadores
​16/2 - River Plate (URU)/Universidad de Chile x Palmeiras
​3/3 - Palmeiras x Rosario Central (ARG)
9/3 - Palmeiras x Nacional (URU)