Rafael Bullara e Thiago Ferri
24/09/2016
07:15
São Paulo (SP)

Quando Palmeiras e Coritiba começarem a se enfrentar, às 16h, Vitor Hugo atingirá uma marca respeitável. O zagueiro chegará neste sábado ao seu 53º no Allianz Parque e se tornará o jogador com mais partidas na arena, ultrapassando o ídolo Fernando Prass.

Dos 59 jogos que o Verdão fez no reformado Palestra Itália, ele perdeu apenas sete, sendo que os dois primeiros aconteceram em 2014, quando ele ainda nem estava no clube. É mais uma marca importante do camisa 4, que também busca lugar no top-10 de zagueiros-artilheiros.

– Isto é importante demais. Trabalho a cada dia para sempre estar à disposição do Palmeiras, com seriedade e profissionalismo. E isso é fruto de todo esse comprometimento. Agradeço a cada um por tudo que estou vivendo aqui no Palmeiras e essa marca é algo muito especial para mim – comemorou o defensor, ao LANCE!.

Ao lado de Mina, ele forma uma das melhores zagas do campeonato: só o Atlético-PR sofreu menos gols (23) do que o Palmeiras (24) em 26 rodadas. Além disso, os dois são um perigo no ataque, também. Se o colombiano marcou em três clássicos, Vitor tem 13 gols desde que chegou e está a um de entrar no top-10 de maiores goleadores na posição – o ídolo Luis Pereira, com 35, é o líder.

'A final da Copa do Brasil ficou marcada na minha memória. Parece ter sido ontem toda aquela atmosfera criada. Ainda mais por ser o primeiro título da minha carreira. Sem sombra de dúvidas, foi o mais marcante que eu estive no Allianz', diz

Destes gols, seis foram feitos na arena, sendo o último deles no Choque-Rei. Titular incontestável, o zagueiro deve abrir vantagem entre os que mais jogaram no Allianz Parque, pois Fernando Prass ainda se recupera da fratura que sofreu no cotovelo direito e os outros concorrentes estão bem atrás (veja a lista abaixo).

Nas contas de Cuca, a princípio, o Verdão precisa de sete vitórias para conquistar o título e o Allianz Parque receberá mais cinco partidas até o fim do ano. Se fizer sua parte em casa, o Palmeiras dará um grande passo para conquistar o título que não vem desde 1994, e Vitor sabe disto.

– Quando jogamos em casa, não podemos pensar em outra coisa a não ser a vitória. Respeitamos todos os adversários, mas diante da nossa torcida temos de fazer o resultado. Já mostramos nossa força aqui dentro do Allianz (Parque) e acredito que será fundamental nesta reta final. É vencer em casa e arrancar pontos fora – acrescentou o camisa 4.

Um novo triunfo hoje à tarde manterá o Palmeiras na liderança, independentemente dos outros resultados da rodada. E com Vitor Hugo isto não é raro de acontecer, já que o aproveitamento do time com ele no Allianz Parque é de mais de 71% dos pontos. Além de xerife, o camisa 4 agora é “dono” da arena alviverde.

QUANDO FICOU FORA

2014: Palmeiras fez dois jogos no fim da temporada quando o estádio ficou pronto da reforma. O Verdão perdeu para o Sport e depois empatou com o Atlético-PR e Vitor Hugo ainda não fazia parte do elenco palmeirense.

2015: A equipe fez 36 partidas no Allianz no ano passado e o zagueiro ficou ausente somente em quatro oportunidades. Suspenso, não enfrentou o Bragantino (vitória por 1 a 0) na primeira fase do Paulistão. Depois, sofreu uma fratura na face contra o Avaí, na 12 rodada do Brasileirão, também no estádio, e no tempo de recuperação não participou do clássico contra o Santos (triunfo por 1 a 0) e posteriormente diante do Atlético-PR (derrota por 1 a 0). No fim da temporada, foi poupado contra o Coritiba (derrota por 2 a 0).

2016: Palmeiras já fez 26 partidas em casa e Vitor só foi desfalque uma vez, na vitória sobre o Corinthians por 1 a 0, no primeiro turno do Campeonato Brasileiro.