Nathan

Nathan durante treino na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco/Fotoarena)

Thiago Ferri
12/04/2016
08:00
São Paulo (SP)

O técnico do Criciúma, Roberto Cavalo, já dá como certas as chegadas de Nathan e Leandro Almeida, mas a negociação ainda não está definida. O Palmeiras irá mandar cinco jogadores à equipe catarinense por conta da contratação de Róger Guedes, e os zagueiros estavam na lista do Tigre. O Verdão, porém, só deve tratar destas saídas após o Campeonato Paulista.

A princípio, a intenção do Palmeiras era envolver apenas jogadores que estão emprestados para outras equipes durante o período dos estaduais. O Criciúma, porém, quer a dupla por ter poucos zagueiros à disposição. Roberto Cavalo, inclusive, revelou ter conversado com o diretor de futebol Alexandre Mattos e o técnico do Palmeiras, Cuca.

Os dois, por enquanto, seguem trabalhando na Academia de Futebol. Durante a atividade de segunda, Nathan foi a campo para participar do treino com os reservas e após isto fez atividades na sala de musculação. Leandro Almeida, vetado contra o Mogi Mirim com dores no joelho, ficou na parte interna.

Se a saída da dupla se confirmar, as opções para a zaga serão Edu Dracena, Vitor Hugo, Roger Carvalho, Thiago Martins e o garoto Augusto, que ainda não estreou como profissional. Gum, do Fluminense, é um nome que agrada a Cuca no setor e pode ser reforço também depois dos Estaduais.

A zaga é um setor que o técnico do Palmeiras já pediu reforços. Na segunda, Paulo Nobre ainda falou sobre a possibilidade de o Verdão contratar um jogador para outra posição, o ataque - Fred, que tem problemas com o técnico do Fluminense, Levir Culpi. Como sempre, o dirigente não se aprofundou.

- É um grande jogador. A questão não é em relação à situação dele com o Fluminense, pois o Fred interessa para qualquer grande clube por ser um grande jogador. Mas isso não significa que ele venha para o Palmeiras - afirmou Nobre, após reunião na Federação Paulista de Futebol.

Apesar do discurso, o Verdão, segundo pessoas próximas à diretoria, agora não cogita fazer uma oferta pelo atacante, que já esteve em pauta na Academia no ano passado. O alto salário e as opções para o setor (Alecsandro, Barrios e Cristaldo, além de outros jogadores que podem fazer a função, como Rafael Marques) fazem com que o Palmeiras não pense no negócio agora.