icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/08/2015
19:26

O Palmeiras entra em campo nesta quarta-feira, às 22h, no Mineirão, para cumprir seu segundo compromisso em Belo Horizonte na semana. Depois da derrota para o Atlético-MG no domingo, pelo Campeonato Brasileiro, a equipe comandada por Marcelo Oliveira tem a missão de fazer valer os 2 a 1 da ida e despachar o Cruzeiro nas oitavas de final da Copa do Brasil. Instável desde a perda do volante Gabriel, o Verdão terá que lidar, mais uma vez, com a ausência de Arouca.

Com lesão na coxa esquerda, o volante cederá novamente espaço para outra dupla compor o time à frente da zaga: Andrei Girotto e Amaral, titulares na derrota para o Galo. O centroavante Cristaldo, fora do último treino da equipe em solo mineiro, tem problema semelhante e pode ficar fora do compromisso palmeirense, dando espaço para Allione voltar a ser relacionado para uma partida oficial, algo inédito desde abril, quando se lesionou. A tendência é que os 11 titulares sejam: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos (Jackson), Vitor Hugo e Zé Roberto (Egídio); Amaral e Andrei Girotto; Rafael Marques, Robinho e Dudu; Barrios.

Mais do que a classificação às quartas de final da Copa do Brasil, o Palmeiras tenta melhorar seu retrospecto contra a equipe mineira no estádio: são cinco vitórias, nove empates e 16 derrotas. O último triunfo veio em 2009, justamente por 2 a 1, com gols de Diego Souza e Vagner Love. Pelo campeonato em questão, foram dois embates. Cruzeiro levou a melhor em 1996 e o Verdão triunfou sob o comando de Luiz Felipe Scolari em 1998.

Pelo lado do Cruzeiro, o clima é de pressão. Em situação incômoda no Brasileirão, o técnico Vanderlei Luxemburgo vê seu trabalho começar a ser questionado por parte da torcida e encara o duelo contra o Palmeiras como chance de 'sobrevida' para o planejamento na temporada. Perder agora, significa não ter mais chances de título no segundo semestre.

O único desfalque da Raposa está na defesa: Mayke sentiu a coxa direita e deverá dar lugar a Fabiano. Luxa insiste no mistério, mas a tendência é que o time vá a campo com: Fábio; Fabiano, Manoel, Paulo André e Mena; Henrique, Charles e Fabrício; Alisson e Marquinhos; Leandro Damião. Marinho, muito usado do meio para frente desde que chegou, não pode atuar pela Copa do Brasil, pois já vestiu a camisa do Ceará.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO X PALMEIRAS

Data/Horário: 26/8 - 22h
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barrison (RS) e Rafael da Silva Alves (RS)

CRUZEIRO: Fábio; Fabiano, Manoel, Paulo André e Mena; Henrique, Charles e Fabrício; Alisson e Marquinhos; Leandro Damião. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos (Jackson), Vitor Hugo e Zé Roberto (Egídio); Amaral e Andrei Girotto; Rafael Marques, Robinho e Dudu; Barrios. Técnico: Marcelo Oliveira.

O Palmeiras entra em campo nesta quarta-feira, às 22h, no Mineirão, para cumprir seu segundo compromisso em Belo Horizonte na semana. Depois da derrota para o Atlético-MG no domingo, pelo Campeonato Brasileiro, a equipe comandada por Marcelo Oliveira tem a missão de fazer valer os 2 a 1 da ida e despachar o Cruzeiro nas oitavas de final da Copa do Brasil. Instável desde a perda do volante Gabriel, o Verdão terá que lidar, mais uma vez, com a ausência de Arouca.

Com lesão na coxa esquerda, o volante cederá novamente espaço para outra dupla compor o time à frente da zaga: Andrei Girotto e Amaral, titulares na derrota para o Galo. O centroavante Cristaldo, fora do último treino da equipe em solo mineiro, tem problema semelhante e pode ficar fora do compromisso palmeirense, dando espaço para Allione voltar a ser relacionado para uma partida oficial, algo inédito desde abril, quando se lesionou. A tendência é que os 11 titulares sejam: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos (Jackson), Vitor Hugo e Zé Roberto (Egídio); Amaral e Andrei Girotto; Rafael Marques, Robinho e Dudu; Barrios.

Mais do que a classificação às quartas de final da Copa do Brasil, o Palmeiras tenta melhorar seu retrospecto contra a equipe mineira no estádio: são cinco vitórias, nove empates e 16 derrotas. O último triunfo veio em 2009, justamente por 2 a 1, com gols de Diego Souza e Vagner Love. Pelo campeonato em questão, foram dois embates. Cruzeiro levou a melhor em 1996 e o Verdão triunfou sob o comando de Luiz Felipe Scolari em 1998.

Pelo lado do Cruzeiro, o clima é de pressão. Em situação incômoda no Brasileirão, o técnico Vanderlei Luxemburgo vê seu trabalho começar a ser questionado por parte da torcida e encara o duelo contra o Palmeiras como chance de 'sobrevida' para o planejamento na temporada. Perder agora, significa não ter mais chances de título no segundo semestre.

O único desfalque da Raposa está na defesa: Mayke sentiu a coxa direita e deverá dar lugar a Fabiano. Luxa insiste no mistério, mas a tendência é que o time vá a campo com: Fábio; Fabiano, Manoel, Paulo André e Mena; Henrique, Charles e Fabrício; Alisson e Marquinhos; Leandro Damião. Marinho, muito usado do meio para frente desde que chegou, não pode atuar pela Copa do Brasil, pois já vestiu a camisa do Ceará.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO X PALMEIRAS

Data/Horário: 26/8 - 22h
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barrison (RS) e Rafael da Silva Alves (RS)

CRUZEIRO: Fábio; Fabiano, Manoel, Paulo André e Mena; Henrique, Charles e Fabrício; Alisson e Marquinhos; Leandro Damião. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos (Jackson), Vitor Hugo e Zé Roberto (Egídio); Amaral e Andrei Girotto; Rafael Marques, Robinho e Dudu; Barrios. Técnico: Marcelo Oliveira.