Cuca

Cuca tem desempenho quase perfeito como mandante, mas vai mal como visitante (Daniel Vorley/AGIF)

Fellipe Lucena
05/06/2016
08:00
São Paulo (SP)

O Palmeiras se impôs uma missão para o jogo contra o Flamengo, às 16h deste domingo, no Mané Garrincha, em Brasília: vencer como visitante pela primeira vez no Campeonato Brasileiro deste ano. Se acontecer, o time terminará a sexta rodada dentro do G4.

O técnico Cuca, que poderá ficar no banco de reservas graças a um efeito suspensivo do gancho de duas partidas que ele recebeu pelo uso de ponto eletrônico, tem sofrido nas partidas fora de casa: seu único triunfo como visitante foi contra o frágil Mogi Mirim, rebaixado para a Série A2 do Paulistão.

Além das derrotas para Ponte Preta e São Paulo pelo Brasileirão, o Palmeiras de Cuca também caiu diante de Nacional (URU), Osasco Audax e Água Santa longe de seus domínios, além dos empates com Rosario Central (ARG) e Santos. O retrospecto vai na contramão do desempenho quase perfeito do técnico como mandante: são sete vitórias e só uma derrota (para o Red Bull, no Pacaembu).

Curiosamente, o Verdão não havia sido derrotado como visitante nenhuma vez no ano antes da chegada da nova comissão técnica. Com Marcelo Oliveira, a equipe bateu Botafogo-SP e XV de Piracicaba longe da capital e empatou com River Plate (URU) e Oeste. O interino Alberto Valentim também se deu bem em seu único jogo no ano: vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, com mando do adversário. Esse jogo, porém, foi no Pacaembu.

- A gente sempre fala que, se queremos ser campeões mesmo, temos que começar a ganhar fora de casa, não pode adiar mais, ainda mais que o Flamengo é concorrente direto - disse o volante Thiago Santos, lembrando que o Verdão tem um ponto a menos que o Fla.

Até agora, os jogos fora de casa frearam o Palmeiras no Brasileiro. Após a goleada sobre o Atlético-PR, veio a derrota para a Ponte. Depois do triunfo sobre o Flu, veio a derrota no Choque-Rei. Na quinta, teve vitória sobre o Grêmio. E hoje?