Fellipe Lucena
29/10/2016
07:55
São Paulo (SP)

Cuca já fez a escolha, mas só vai divulgar o substituto do suspenso Jailson momentos antes do clássico contra o Santos, às 19h30 deste sábado, na Vila Belmiro. Mais experiente, Vagner seria o substituto natural, mas os ótimos treinos do jovem Vinicius Silvestre podem fazê-lo estrear como atleta profissional do Palmeiras.

Aos 22 anos, Vinicius treina na Academia de Futebol desde 2013. Esteve com o grupo no título da Série B daquele ano, fez parte do elenco do centenário, em 2014, e vivenciou a conquista da Copa do Brasil do ano passado. Nos últimos tempos, tem chamado a atenção com ótimas defesas nas atividades diárias na Academia, tanto que passou a se revezar com Vagner na reserva de Jailson recentemente. Trata-se do mais alto do grupo, com os mesmos 1,95 m de Mina.

O jovem, muito brincalhão ao lado dos colegas mais próximos, mas sempre sério durante o trabalho, iniciou sua trajetória no Palmeiras há dez anos, em 2006. Após passagens por Portuguesa e Corinthians, passou em um teste para integrar o sub-13 do Alviverde.

A partir daí, começou a fazer fama no clube pelos pênaltis defendidos e pelas convocações que acumulou para a Seleção sub-15.

Em 2011, ele agarrou uma cobrança na final da Copa Rio Sub-17, vencida nos pênaltis pelo Verdão, contra o Botafogo. Em 2013, já treinando entre os profissionais, defendeu uma penalidade contra o Grêmio e levou o time à final do Campeonato Brasileiro Sub-20. O goleiro ainda salvou pênaltis ao longo da Copa do Brasil Sub-20 e do Brasileiro Sub-20 de 2014.

Mesmo sem estrear, Vinicius Silvestre foi premiado e renovou seu contrato em maio. O vínculo terminaria em julho deste ano e agora vai até maio de 2019.