icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/08/2015
14:45

O Palmeiras apresentou na tarde desta sexta-feira o seu 25º reforço para este ano - Alan Patrick e Ryder já deixaram o clube. Thiago Santos, volante que estava disputando a Série B pelo América-MG e assinou contrato até dezembro de 2018, recebeu das mãos do diretor de futebol Alexandre Mattos a camisa número 35 e já avisou que não deseja ser apenas uma solução paliativa para a ausência de Gabriel, que operou o joelho e só volta na próxima temporada.

- Todo mundo que vem para o Palmeiras quer conquistar o seu espaço. Pena que o Gabriel machucou, mas tem Arouca, tem Girotto, e vou buscar meu espaço. Não serei só um tapa buraco. Sei da minha qualidade e que posso ajudar muito - disse o novo palmeirense, que jogou com Vitor Hugo e Andrei Girotto em Minas Gerais e reencontrará a dupla no Palestra Itália.

- Eu sou mais de marcação, sempre marquei bastante forte. No Paulista do ano passado e na Série B deste ano fui dos melhores ladrões de bola. Me falaram que o Gabriel vinha fazendo muito bem isso aqui. Espero fazer as mesmas coisas e ajudar o Palmeiras - acrescentou Thiago, ainda tímido.

Se o técnico Marcelo Oliveira quiser, já pode relacioná-lo para a partida contra o Joinville, às 16h de domingo, pela 21ª rodada do Brasileirão, no Allianz Parque. O novo do reforço apareceu no Boletim Informativo Diário da CBF horas antes de sua apresentação.

- Com a contusão do Gabriel, nós ficamos com alguns jogadores mais marcadores e que saem menos e outros jogadores que têm mais técnica e marcam menos. Ele vem preencher essa lacuna. É um jogador com referências muito boas, de vigor físico, que marca e que vinha fazendo até gols nos últimos jogos no América-MG - comentou o treinador, que também atendeu a imprensa nesta tarde.

O Palmeiras apresentou na tarde desta sexta-feira o seu 25º reforço para este ano - Alan Patrick e Ryder já deixaram o clube. Thiago Santos, volante que estava disputando a Série B pelo América-MG e assinou contrato até dezembro de 2018, recebeu das mãos do diretor de futebol Alexandre Mattos a camisa número 35 e já avisou que não deseja ser apenas uma solução paliativa para a ausência de Gabriel, que operou o joelho e só volta na próxima temporada.

- Todo mundo que vem para o Palmeiras quer conquistar o seu espaço. Pena que o Gabriel machucou, mas tem Arouca, tem Girotto, e vou buscar meu espaço. Não serei só um tapa buraco. Sei da minha qualidade e que posso ajudar muito - disse o novo palmeirense, que jogou com Vitor Hugo e Andrei Girotto em Minas Gerais e reencontrará a dupla no Palestra Itália.

- Eu sou mais de marcação, sempre marquei bastante forte. No Paulista do ano passado e na Série B deste ano fui dos melhores ladrões de bola. Me falaram que o Gabriel vinha fazendo muito bem isso aqui. Espero fazer as mesmas coisas e ajudar o Palmeiras - acrescentou Thiago, ainda tímido.

Se o técnico Marcelo Oliveira quiser, já pode relacioná-lo para a partida contra o Joinville, às 16h de domingo, pela 21ª rodada do Brasileirão, no Allianz Parque. O novo do reforço apareceu no Boletim Informativo Diário da CBF horas antes de sua apresentação.

- Com a contusão do Gabriel, nós ficamos com alguns jogadores mais marcadores e que saem menos e outros jogadores que têm mais técnica e marcam menos. Ele vem preencher essa lacuna. É um jogador com referências muito boas, de vigor físico, que marca e que vinha fazendo até gols nos últimos jogos no América-MG - comentou o treinador, que também atendeu a imprensa nesta tarde.