LANCE!
19/08/2016
18:13
São Paulo (SP)

Finalista olímpico com a Seleção, o palmeirense Gabriel Jesus deve conversar com o técnico Cuca para dizer se estará ou não à disposição do treinador para o jogo de domingo, contra a Ponte Preta, no Allianz Parque, às 16h, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O tempo de recuperação é muito curto: o Brasil enfrenta a Alemanha neste sábado, às 17h30, no Maracanã e menos de 24 horas depois o Verdão estará em campo. Apesar de improvável, o treinador palmeirense espera conversar o garoto.

- Não dá para fazer muito plano, as coisas acontecem diferente do que você imagina. Arrumam-se os planos ao natural. Primeiro passo para o jogador estar em campo, é a vontade dele, é ele querer. Se ele estiver cansado, se for campeão e quiser comemorar. Estamos bem treinados e prontos para jogar com o que temos aqui. Não há como saber disso ainda, vamos conversar e deixar as coisas fluírem normalmente - disse o treinador em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na Academia de Futebol. 

Em 2013, aos 19 anos, o atacante Leandro passou por situação semelhante. Então no Palmeiras, disputou num sábado um amistoso com a Seleção Brasileira, marcou gol na Bolívia e usou o jatinho do presidente palmeirense Paulo Nobre para voltar a São Paulo a tempo de enfrentar a Ponte Preta e marcar o gol que assegurou a vitória por 2 a 1. No caso de Jesus, a importância do jogo da Seleção é muito maior. 

Cuca também fez uma breve análise da Olimpíada feita pelo Brasil de Rogério Micale. Satisfeito com o desempenho de sua principal joia, o treinador palmeirense usou os dois primeiros jogos da Seleção para exemplificar o quanto o futebol é volátil. 

- Vai do céu ao inferno muito fácil e o contrário também. Estamos vendo um Brasil que não começou bem, por ser um time jovem, era algo natural. Pegaram confiança. Podem acabar a Olimpíada sem tomar um gol e serem campeões, mesmo em cima de uma crise. Isso amadurece muito eles. Quando você está mal, nem tudo ruim e o inverso também. É preciso ter equilíbrio. Jesus tem achado espaço, tem se tornado protagonista, isso é importante - finalizou.