Robinho concedeu entrevista coletiva na Academia (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Robinho concedeu entrevista coletiva na Academia (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

LANCE!
05/11/2015
16:11
São Paulo (SP)

O Palmeiras precisa vencer quatro dos cinco jogos que restam no Campeonato Brasileiro, a começar pelo de domingo, contra o Vasco, no Allianz Parque, para chegar ao G4 e garantir classificação à Libertadores de 2016. A opinião é do meia Robinho, que concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira, na Academia de Futebol.

- A gente perdeu 13 jogos neste Brasileiro. Eu acho que já era para a gente estar classificado, era para estar lá em cima. Principalmente em casa, perdemos muitos jogos que não poderíamos perder. Se a gente tivesse empatado alguns desses jogos, estaríamos bem melhor. Eu vejo que se vencermos quatro dos cinco jogos, entraremos no G4. Demos mole, agora temos que recuperar - opinou o jogador.


Além do Vasco, o Palmeiras enfrenta Atlético-PR (fora), Cruzeiro (casa), Coritiba (casa) e Flamengo (fora). A equipe ocupa neste momento a nona colocação, com cinco pontos a menos que o Santos e o São Paulo, quarto e quinto colocados, respectivamente. 

- Eu acho que não está distante (a vaga pelo Brasileirão), mas se a gente perder domingo vamos acabar abrindo mão do Brasileiro, porque vai ficar complicado - acrescentou Robinho.

"Me machuquei muito, mas a temporada para mim está sendo sensacional. Cheguei, virei titular, continuo até hoje", afirma


Se o Palmeiras superar o Santos na final e for campeão da Copa do Brasil se garante na competição sul-americana. Se for vice e terminar o Brasileiro em quinto lugar, com o Peixe no G4, também terá a vaga assegurada. Robinho, que chegou do Coritiba em janeiro com o sonho de disputar a Libertadores, não quer nem pensar em desperdiçar as duas oportunidades.

- Se a gente perder a Copa do Brasil e não for para a Libertadores, vai manchar muito, vai ser decepcionante. Quando vim para cá, a primeira coisa que pensei foi na Libertadores de 2016. Claro que vai ter sido um ano de melhora, reconstrução, mas se não se classificar será frustrante.