Robinho concedeu entrevista coletiva na Academia (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Robinho concedeu entrevista coletiva na Academia nesta segunda-feira (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

LANCE!
08/02/2016
16:18
São Paulo (SP)

O meio de campo é o setor do Palmeiras com mais opções, mas ainda assim muitos torcedores reclamam que falta um 'camisa 10'. No atual esquema, Dudu e Robinho se revezam na armação e o camisa 27 tratou com ironia o desejo dos palmeirenses de que seja contratado mais um meia. 

- Nem ligo, não estou nem aí. Deixo falar e faço meu trabalho. São dois jogos (no Paulista), três assistências (contando o cruzamento para o gol contra do São Bento), alguns chutões errados que deram certo... Venho fazendo minha função e deixo as pessoas pedirem outros jogadores. Vou trabalhar como sempre fiz se vier alguém, ou não - afirmou o atleta, nesta segunda.

Os números, de fato, pesam a favor de Robinho. O jogador é o líder do time em assistências para gols, finalizações, lançamentos certos (é o melhor no quesito em todo o Paulistão) e inversões de jogo corretas, de acordo com o blog do LANCE! "Números da Bola".

Apesar dessas estatísticas, Robinho não se posiciona como um armador clássico no time alviverde. Em 2016, ele no esquema inicial é o jogador aberto pelo lado direito na linha de meias do esquema 4-2-3-1, com liberdade para trocar de função com Dudu, que fica centralizado. 

- O Marcelo gosta que eu troque com o Dudu, porque confunde um pouco o marcador. Ano passado, até outubro eu joguei por dentro, e estava me sentindo bem. Pelo lado não é uma função que não me sinta bem, gosto ainda mais quando o Dudu troca, como aconteceu nos dois jogos. O Marcelo sabe onde é melhor. Logo vai ter uma brechinha no meio para jogar e ele decidir - falou Robinho, que brincou com a disputa por uma vaga entre os titulares.

- Tenho muita confiança no Marcelo, sei que ele gosta de mim, mas estou mais brigando com Erik, Gabriel Jesus (risos)... Quem briga com o Moisés e Cleiton (que está machucado), é o Dudu. Brincadeira (risos). Fico feliz pela confiança do Marcelo, me manteve no time o ano passado todo, agora é seguir rendendo bem - completou.