Nacional x Palmeiras - Racismo (foto:reproduçao)

Torcedor imita um macaco para Gabriel Jesus (Foto: Reprodução)

LANCE!
18/03/2016
14:56
São Paulo (SP)

O Palmeiras divulgou nota oficial na tarde desta quinta-feira repudiando o ato racista sofrido por Gabriel Jesus no Uruguai, durante a derrota para o Nacional por 1 a 0. Um torcedor do time mandante imitou um macaco para o camisa 12 do Verdão, e em resposta o clube acionou a Conmebol, cobrando providências.

"A Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público para repudiar os atos racistas cometidos contra Gabriel Jesus na noite da última quinta, em Montevidéu. O clube reitera que condena quaisquer práticas que discriminem seres humanos por sua raça, cor, etnia, religião, gênero ou procedência nacional. Informamos que, por meio do delegado da partida, encaminhamos as imagens para a Confederação Sul-Americana de Futebol a fim de que se tome as providências cabíveis", anunciou o clube, em nota.

O clube irá também blindar o garoto de 18 anos, que por enquanto não comentará o assunto. Após a derrota, tanto o técnico Cuca quando o volante Gabriel lamentaram o ato.

- Isto não pode acontecer, o Palmeiras deve tomar a providência cabível, porque não pode existir isso no futebol. Quem sabe o Nacional não seja prejudicado com isso, porque é uma falta de respeito com o ser humano - falou o volante, no Parque Central.

O ato racista ocorreu aos 28 minutos do segundo tempo, quando o atacante se aproximou da lateral do campo. Os torcedores ficam bem perto do gramado, e o homem flagrado pelas câmeras estava em uma das primeiras fileiras no estádio em Montevidéu.