Cuca deve ter Vitor Hugo e Róger Guedes ao menos até dezembro (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Cuca deve ter Vitor Hugo e Róger Guedes ao menos até dezembro (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Fellipe Lucena e Thiago Ferri
25/07/2016
15:56
São Paulo (SP)

O Palmeiras mantém-se firme na postura de não perder nenhuma peça de seu elenco até o fim do Campeonato Brasileiro. Nos últimos dias, o clube recebeu ofertas milionárias pelo zagueiro Vitor Hugo e pelo atacante Róger Guedes, ambas recusadas.

A Fiorentina (ITA) ofereceu 7 milhões de euros (R$ 25 milhões) por Vitor Hugo. O Verdão, dono de metade dos direitos econômicos do defensor de 25 anos, ficaria com cerca de R$ 12,5 milhões, mas teria de repassar R$ 6 milhões à Crefisa, que aportou este valor para ajudar o clube a comprar estes 50% do atleta no ano passado.

Os outros 50% dos direitos pertencem à Tombense-MG. O LANCE! apurou que nesta segunda-feira foi sacramentada a recusa e consequentemente a permanência do camisa 4 na Academia de Futebol. Procurado, o empresário do atleta, Lucas Lages, afirmou apenas que Vitor Hugo está focado em ser campeão brasileiro pelo Palmeiras.

A proposta por Róger Guedes foi feita pelo Spartak Moscou (RUS), que ofereceu 8 milhões de euros (quase R$ 29 milhões). O Palmeiras tem 25% dos direitos econômicos do jogador, comprados por R$ 2,5 milhões emprestados pelo presidente Paulo Nobre. Já está pré-acertada com o Criciúma, dono dos outros 75%, a compra de outros 25% por mais R$ 5 milhões em dezembro.

O Verdão tem um acordo com Paulo Nobre para devolver o valor emprestado por ele. O lucro da transferência, se houver, fica com o clube.

O único jogador que a diretoria do Palmeiras admite vender neste momento é Gabriel Jesus, que tem conversas adiantadas com o Manchester City (ING) e também desperta a cobiça de outros grandes europeus, como o Manchester United (ING). Mesmo assim, o clube já acordou com o garoto que ele não sairá antes de dezembro de 2016.

Procurado pela reportagem, o clube manteve a postura de não comentar sobre possíveis negociações.