Thiago Ferri
20/08/2016
07:55
São Paulo (SP)

O Manchester City já pagou ao Palmeiras a primeira parcela pela compra de Gabriel Jesus. Neste mês, o Verdão recebeu quase 10 milhões de euros (pouco mais de R$ 35 milhões) e até o fim do ano ganhará o restante, em torno de 22 milhões de euros (R$ 80 milhões). Quando Gabriel Jesus se apresentar no novo clube, em janeiro, o Palmeiras terá sido pago integralmente.

Desta primeira fatia, todo o valor ficará no Verdão. A quantia servirá para melhorar o fluxo de caixa no clube, comprometido apesar dos quase R$ 30 milhões de superávit contábil nesta temporada.

Paulo Nobre aproveitou os R$ 35 milhões do City e tem tratado de sanar dívidas, incluindo judiciais. A intenção do dirigente é deixar o clube o mais perto do ideal para o próximo presidente, que vai assumir o Palmeiras no ano que vem.

'Só posso agradecer (à diretoria). Tem feito de tudo para ter salário e bicho em dia, já está mais do que suficiente. Temos que fazer nosso melhor para retribuir este trabalho', diz Cuca

Em dezembro, do valor restante, o Verdão terá direito a perto de R$ 40 milhões – a outra parte será do empresário Cristiano Simões e do atacante. Fábio Caran, dono de 22,5% dos direitos econômicos de Gabriel Jesus, ainda briga na Justiça com o Palmeiras e por enquanto não ganhará nada, a menos que ocorra um acordo entre as partes, ou o processo tenha fim, o que não deve acontecer rapidamente.

Todo o pagamento do City é feito para o Palmeiras, que tem de repassar o dinheiro aos outros envolvidos. No caso de Caran, na ação, o clube se vê desobrigado a fazer este repasse, por considerar que ele burlou o contrato.

Pessoas no clube comemoram a possibilidade de a futura gestão começar 2017 com os cofres turbinados, pois, além de receber esta última parte de Gabriel Jesus, o Palmeiras ainda não acertou o contrato dos direitos de transmissão de TV fechada a partir de 2019.

Negociar com as emissores sem pressa foi uma postura assumida por Nobre. O dirigente prefere que o próximo presidente defina a escolhida e assim receba as luvas da negociação integralmente. Ter chegado ao clube com receitas comprometidas em 2013 sempre foi citado como um complicador para o atual presidente.

Além dos 20,75 milhões de euros que receberá dos 32,75 milhões totais na venda, o Palmeiras ainda terá 5% de uma futura negociação do atacante e bônus pelo seu desempenho na Inglaterra. Jesus disputa neste sábado a medalha de ouro na Rio-2016. Elogiado por Pep Guardiola, o atacante pode até voltar ao time domingo, contra a Ponte Preta. A chance, contudo, é mínima.