Fellipe Lucena e Thiago Ferri
22/10/2016
07:30
São Paulo (SP)

O Coritiba admite que está prestes a perder o meia Raphael Veiga para o Palmeiras. Depois de tentar, sem sucesso, a renovação do contrato do jogador, o clube coxa-branca foi informado pelo pai do atleta de que sua vontade é jogar no Verdão em 2017. Ele deve se juntar a Keno, que está apalavrado também para a temporada que vem.

– Eu fiz uma proposta para renovar e com um projeto de carreira, mas o Palmeiras já chegou no jogador, ele já está com a cabeça fora do Coritiba. Isto é o jogador, não somos nós que queremos. Conversei com o pai (do Raphael Veiga), que me disse que ele quer ir para o Palmeiras – afirmou Rogério Bacellar, presidente do Coritiba, ao LANCE!.

Embora o desejo do jogador tenha peso, a equipe paranaense ainda não dá o negócio como encerrado. Segundo Bacellar, as tratativas avançarão a partir do momento que o Audax der o aval. O Coxa tem 70% dos direitos econômicos de Raphael e o time de Osasco, o restante.

– Esta negociação está virando novela. Veio o empresário, conversou comigo, fizeram a cabeça do menino, o Palmeiras fez uma proposta, mas respondemos que só vamos falar depois que o Palmeiras tiver um acerto com o Audax, que é o nosso sócio com o jogador – reforçou.

Raphael tem 21 anos e havia renovado seu contrato, em julho, até o fim de 2017. A multa rescisória é de R$ 9,7 milhões, e o valor não é um problema para o Verdão. A princípio não se falou em envolver atletas no negócio.

Com 15 jogos no Brasileiro, o armador fez dois gols e deu três assistências. Ele deve acertar um contrato de cinco temporadas com o Palmeiras. Além de Raphael Veiga, há outro jogador do Coritiba que agrada na Academia de Futebol: o zagueiro Juninho, também de 21 anos. Neste caso, Rogério Bacellar diz que ainda não há negociação.

Keno apalavrado, e Hyoran na mira

Autor de nove gols no Brasileiro, Keno está acertado. O atacante do Santa Cruz tem 100% dos direitos econômicos ligados ao São José-RS, que já aceitou a proposta do Verdão. O Palmeiras vai pagar cerca de R$ 3 milhões por 60% dos direitos do jogador de 27 anos e ainda acertará uma cláusula de preferência para adquirir outro percentual no futuro, como fez com Róger Guedes.

O Santa Cruz tinha a prioridade para comprar uma fatia do São José durante o Brasileirão, mas perdeu o prazo para efetuar o pagamento e agora terá de se contentar com um percentual de vitrine quando a venda for efetuada. As tratativas já são consideradas finalizadas por São José e Santa Cruz. Nenhum dos dois, porém, divulgou que o Palmeiras é o clube que ganhou a disputa por conta da cláusula de confidencialidade.

Para a meia, além de Raphael Veiga,  o clube tem interesse em Hyoran, de 23 anos e destaque da Chapecoense. Palmeiras e Chape tiveram uma conversa há duas semanas, na qual o Verdão pediu informações sobre o jogador e deixou claro que está o monitorando. Hyoran já fez 17 jogos no Brasileiro, uma assistência e dois gols.