Cuca Palmeiras

Cuca durante sua passagem como atleta do Palmeiras, em 1992 (Foto: Reprodução)

Thiago Ferri
13/04/2016
09:30
São Paulo (SP)

Durante os três meses em que jogou no Palmeiras, Cuca conseguiu uma respeitável marca: 90% de aproveitamento atuando no Palestra Itália. Com o então meia, o Verdão venceu nove vezes e perdeu uma em dez jogos na sua casa durante o fim de 1992. Agora, o técnico volta para o reformado estádio, tentando a improvável vaga nas oitavas da Libertadores.

Palmeirense de infância, Cuca acostumou-se a balançar a rede do velho Palestra, fazer o sinal da faixa no peito em alusão ao título que não vinha desde 1976, e comemorar com a torcida. Seu único tropeço em casa foi contra o Inter, justamente na primeira partida da semifinal da Copa do Brasil. Os gaúchos eliminariam o Verdão e seriam os campeões daquela edição.

Quinta, Cuca terá de fazer algo que ele se acostumou no Parque Antártica: vencer. Mas, além de um bom resultado contra o River Plate (URU), o Verdão precisa torcer para o tropeço do Rosario Central (ARG) contra o Nacional, no Uruguai.

Para já começar a entrar no clima da decisão, o treinador decidiu levar seus comandados à arena na noite desta quarta. Às 18h30, haverá uma atividade no Allianz Parque, fechada para a imprensa, que servirá para que Cuca também se familiarize com o reformado Palestra que ele visitou apenas uma vez, quando treinou o Shandong Luneng (CHN) em um amistoso disputado no início do ano passado.

Se nos jogos que fez no Pacaembu neste retorno o técnico já ficou balançado com o canto de “Meu Palmeiras” entoado pelos torcedores, na noite de quinta ele deve ficar ainda mais emocionado. A expectativa é de bom público no Allianz, onde o time não joga há um mês.

Dos sete gols feitos por Cuca no Palmeiras em 1992, seis deles saíram no Palestra Itália

Desde que o estádio foi reinaugurado, no fim de 2014, o Palmeiras fez 44 jogos no local. Destes, apenas em oito o time conseguiu o resultado que garante a classificação na Libertadores imaginando o triunfo do Nacional sobre o Rosario por 1 a 0; ou seja, goleadas ou uma vitória por 3 a 1.

Entre as nove vitórias conquistadas como jogador, a principal imagem de Cuca no Palestra Itália é da expulsão nos acréscimos, logo após marcar o gol que derrotou o Bragantino por 1 a 0, por comemorar com a torcida tirando a camisa. Na quinta-feira, o treinador espera conseguir superar esta imagem, celebrando por garantir ao Palmeiras a histórica classificação na Libertadores.

HOME - Treino do Palmeiras - Cuca (Foto: Daniel Vorley/AGIF/LANCE!Press)
Cuca está invicto há quatro jogos (Foto: Daniel Vorley/AGIF/L!Press)

JOGOS DE CUCA NO PALESTRA ITÁLIA

22/9/1992
- Copa do Brasil - Palmeiras 5 x 1 Remo - Fez um gol
27/9/1992 - Paulista - Palmeiras 1 x 0 Portuguesa - Fez um gol
30/9/1992 - Paulista - Palmeiras 2 x 0 Ituano - Fez um gol
7/10/1992 - Paulista - Palmeiras 3 x 1 Botafogo-SP - Fez um gol
21/10/1992 - Paulista - Palmeiras 3 x 2 Santo André
29/10/1992 - Paulista - Palmeiras 1 x 0 Bragantino - Fez um gol
12/11/1992 - Paulista - Palmeiras 1 x 0 Guarani
20/11/1992 - Copa do Brasil - Palmeiras 3 x 1 Atlético-PR - Fez um gol
22/11/1992 - Paulista - Palmeiras 2 x 0 Mogi Mirim
27/11/1992 - Copa do Brasil - Palmeiras 0 x 2 Internacional