LANCE!
14/08/2016
21:08
São Paulo (SP)

Por pouco, o goleiro Jailson não deixou o jogo contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba, logo no começo. Sentiu dores na coxa, evitou bater tiros de meta, mas, firme e forme, se manteve em campo e foi o responsável por algumas defesas complicadas que asseguraram a vitória do Palmeiras por 1 a 0, fora de casa, e a liderança do Campeonato Brasileiro. A força de vontade não veio sozinha, o camisa 49 foi ''proibido'' de sair de campo pela comissão técnica do Alviverde. 

- Pude ajudar nossa equipe nos momentos finais. Infelizmente, no começo do jogo, senti uma dor. Travou o meu posterior (da coxa). O pessoal falou que eu não poderia sair, mas consegui ficar até o final - disse, ainda na saída do gramado da Arena da Baixada. 

A vitória contra o Furacão foi apenas o segundo jogo como titular do goleiro neste Campeonato Brasileiro. O reserva imediado do lesionado Fernando Prass era Vagner, sacado do time após atuações duvidosas. Então, Jailson entrou na rodada passada, contra o Vitória, e foi mantido por Cuca no duelo fora de casa. 

O elenco do Palmeiras retorna à capital nesta segunda-feira, e os titulares na partida farão apenas um treino regenerativo. Tempo para Jailson ser avaliado pelo Departamento Médico. Na terça, os jogadores ganharão folga de Cuca e se reapresentam na quarta-feira pela manhã. 

Líder com 39 pontos, o Verdão volta a campo no próximo domingo, quando encara a Ponte Preta, no Allianz Parque, pelo segundo jogo do segundo turno do Brasileirão.