Thiago Ferri
30/09/2016
07:00
São Paulo (SP)

Fernando Prass completará na próxima semana dois meses da cirurgia que sofreu no cotovelo direito. Sempre presente no dia a dia do Palmeiras, desde os treinos até a viagens, o goleiro tem tido uma recuperação "excelente", de acordo com a avaliação dos que cuidam dele. Ainda assim, seu retorno após a fratura é tratado com bastante cautela.

O camisa 1 faz avaliações de duas em duas semanas com o médico Eduardo Benegas, quem o operou no início de agosto. Já com todos os movimentos do cotovelo recuperados, Prass teve uma consulta na semana passada e está evoluindo mais rápido do que se esperava. Mas por ser um local delicado, o prazo para início de trabalhos com impacto ainda é conservador: de quatro meses, ou seja, início de dezembro.

No clube há a esperança de que se consiga convencer a liberá-lo em três meses, no início de novembro. Por conta disto, existe uma possibilidade de que o goleiro possa se preparar para jogar pelo Palmeiras ainda em 2016, mas pequena por enquanto. 

Se não pode trabalhar com os braços, o jogador de 38 anos tem dado muita ênfase aos treinos físicos. É comum vê-lo no campo realizando atividades de manutenção física com os preparadores do Verdão ou até tarde na sala de musculação, além da fisioterapia no cotovelo operado.

Na terça, o ídolo viajou com a delegação para Porto Alegre (RS) e ficou com o grupo no vestiário antes do jogo contra o Grêmio. Isto não é algo novo. O goleiro faz questão de manter-se próximo dos companheiros, tanto que se concentrou com eles em Atibaia (SP), antes do Dérbi há duas semanas.