Fernando Prass

Fernando Prass teve atuação destacada contra o Junior Barranquilla (Foto: Cesar Greco)

LANCE!
17/05/2018
15:22
São Paulo (SP)

Fernando Prass diz que teve sondagens para deixar o Palmeiras antes do fim de seu contrato, válido até dezembro, mas não quis ouvi-las. Ainda sem saber se permanecerá no clube na temporada que vem, o goleiro de 39 anos disse a Giuseppe Dioguardi, seu empresário, que não iria quebrar o vínculo com o Verdão, mesmo na reserva.

- Óbvio que todo mundo quer jogar, eu mais do que ninguém me acostumei a isso, mas vou pensar (no futuro) só no fim do ano. Tive algumas conversas no meio do ano, mas deixei bem claro ao Pepinho (seu empresário) que minha ideia não é quebrar meu vínculo com o Palmeiras. Entrei no barco no começo e vou neste barco até o fim da viagem - disse o camisa 1, em entrevista à ESPN.

Prass está revezando com Weverton o posto de reserva imediato de Jailson, e foi escalado para atuar contra o Junior Barranquilla (COL), na quarta. Além da vitória por 3 a 1, o ídolo teve atuação destacada, com defesas importantes, incluindo a de um pênalti - o 13º que ele pegou pelo clube. Como prêmio, voltou a ouvir a torcida gritar que era o melhor do Brasil.

Dos quatro goleiros do elenco, três deles têm contrato até o fim do ano: Prass, Jailson e Daniel Fuzato. Enquanto o segundo vive grande momento como titular da meta, o segundo é tratado como um jogador bastante promissor, inclusive com passagens por seleções de base. Weverton, contratado no começo da temporada, assinou por cinco anos.