LANCE!
05/08/2016
16:09
São Paulo (SP)

Cuca tem optado por Leandro Pereira na vaga de Gabriel Jesus, que está com a Seleção Brasileira na Olimpíada, mas Lucas Barrios não desanima. Acionado no segundo tempo do empate por 1 a 1 com a Chapecoense, o paraguaio diz estar trabalhando cada vez mais para se sentir "mais útil".

- Quem acompanha os treinamentos do Palmeiras sabe que trabalho cada dia mais duro para provar que posso ser mais útil, mas temos um elenco com ótimos jogadores e todos têm condições de jogar. O nosso grupo é formado por pessoas de muito caráter e não temos problema de vaidade. Todos nós torcemos pela felicidade do companheiro e o que mais importa é o Palmeiras seguir vencendo e brigando pelas primeiras posições na tabela - disse o camisa 8.

O desejo de "ser útil" fez com que Barrios manifestasse a Cuca, no mês passado, o desejo de ouvir propostas para deixar o clube se continuasse sem ser utilizado. Naquela ocasião, mesmo recuperado de lesão na panturrilha, o centroavante nem sequer estava sendo relacionado para os jogos. Os dois chegaram a ter um atrito quando o técnico disse em uma entrevista que gostaria de ver o jogador comprometido com o time.

Com as arestas aparadas, Barrios segue na busca por espaço. Nesta temporada, ele entrou em campo 15 vezes, marcou três gols e deu uma assistência. Desde que chegou ao clube, em julho do ano passado, o centroavante jogou 36 partidas, fez 11 gols e deu três assistências.

- Nós fomos para Santa Catarina sabendo que seria um jogo muito difícil e poucos times conseguem tirar pontos deles lá, mas o nosso objetivo era vencer a partida. Não deu, só que demonstramos muita força de vontade e corremos até o final. A torcida do Palmeiras está de parabéns porque compareceu em grande número e nos apoiou até o fim. Pude ouvir os gritos de incentivo e queria agradecer pelo carinho. Essa força vinda da arquibancada faz a diferença e podem ter certeza de que iremos nos dedicar 110% em todos os jogos para brigar por esse título -  concluiu, sobre o jogo em Chapecó.