Juvenal Dias
09/10/2016
07:20
São Paulo (SP)

A fase do Palmeiras é tão boa que até título nacional fora dos campos tem conquistado. No primeiro dia de outubro, a nova miss Brasil foi coroada. A vencedora foi a representante do Paraná, Raissa Santana, residente em Umuarama e palmeirense apaixonada. Neste domingo, contra o América-MG, às 17h, o líder entra em campo em Londrina, no estado da vencedora.

O clube mineiro, lanterna da Série A, vendeu o mando de campo e por esse motivo a partida não será realizada no Independência.

Raissa não estará presente no Estádio do Café em razão de compromissos comerciais e midiáticos que são exigidos pela agenda de uma miss, mas garante que já recebeu convite da diretoria alviverde para acompanhar uma partida do time de coração no Allianz Parque.

A paixão de Raissa pelo Palmeiras nasceu pela influência de um dos irmãos e ela não nega estar ansiosa com a oportunidade de ver o líder do Campeonato Brasileiro de perto.

- Nunca fui em jogo nenhum, mas deve ser uma emoção muito grande, a energia da torcida deve ser muito contagiante, então estou bem ansiosa para assistir - diz a modelo.

Raissa Oliveira Santana nasceu em 6/7/1995, em Itaberaba (Bahia).
Com seis anos se mudou com a mãe para Umuarama, no Paraná.
Em outubro de 2015 venceu o concurso de miss da cidade, o que a credenciou para concorrer ao Miss Paraná. Em julho deste ano, a eleição estadual ocorreu na cidade de Maringá e ela desbancou outras 40 candidatas. No dia 1º de outubro, foi coroada Miss Brasil 2016, em São Paulo. Com isso, representará o país no Miss Universo em janeiro de 2017

A beleza não é fundamental para o Palmeiras alcançar seu objetivo de ampliar a marca de maior vencedor nacional, mas o torcedor espera que os comandados de Cuca possam apresentar um futebol bonito, com vitória contra os mineiros hoje e, assim, se aproximar mais da faixa e a coroa tão almejada, afinal o último Campeonato Brasileiro ganho pelo Alviverde aconteceu em 1994.

Não é preciso um discurso pomposo, que queira a paz mundial e o bem coletivo, porém é fundamental que todos do elenco continuem falando na mesma língua que faz do Palmeiras invicto há 11 rodadas e outras 19 na liderança do torneio.

O time terá a volta do capitão Dudu, que cumpriu suspensão na vitória sobre o Santa Cruz. Por outro lado, Mina, Barrios e Gabriel Jesus estão com as seleções nas Eliminatórias. Foi no estádio do Café que o camisa 33 marcou o seu primeiro gol como profissional, na Copa do Brasil do ano passado contra o ASA.

Na terra da miss Brasil, o Palmeiras fará um novo desfile para ao menos manter a vantagem de três pontos sobre o Flamengo e assim seguir a caminhada rumo ao título. Em dezembro, Raissa Santana pode ter mais uma chance de festejar.

LANCE!: Você acompanha futebol? Você é palmeirense, não?
Raissa: Olha... Eu gosto, mas falar que eu entendo, que eu acompanho muito, não acompanho tanto assim. Eu sei que meu time está na liderança. Sim, sou palmeirense, sempre fui.

Da onde surgiu a influência para se tornar palmeirense?
Veio do meu irmão segundo mais velho, ele tem 18 anos, sempre foi palmeirense desde pequeno, sempre torcia e acabei seguindo o gosto dele.

Está contente com o desempenho do Verdão? Acredita que será campeão brasileiro deste ano?
Estou contente sim, o time melhorou consideravelmente, está bem no campeonato. Com certeza, eu acredito. Está na liderança e vai manter assim, com fé em Deus. Estou feliz pelo Palmeiras jogando bem e com a possibilidade de conquistar títulos. Se acontecer, vou comemorar bastante.

Já conheceu o Allianz Parque?
Não, nunca consegui ir a um jogo do Palmeiras, mas já recebi convite e, em breve, irei assistir, a agenda agora está corrida mas creio que dentro de um mês consigo ver. Pode ser que veja o Palmeiras campeão antecipado, quem sabe eu não dou sorte?

Imagina como é assistir a um jogo no estádio?
Nunca fui em jogo nenhum, nem do Brasil, mas deve ser uma emoção muito grande, a energia da torcida deve ser muito contagiante, então estou bem ansiosa para assistir. Eu ia na minha cidade ver partidas de futsal do Umuarama. Sou daquelas torcedoras bem fanáticas, que grita, gosto de ir em jogo para torcer.