Paulo Nobre - Palmeiras

Presidente do Palmeiras acha 'absurdo' falar em gramado sintético no Allianz Parque (Foto: Ale Cabral/AGIF)

LANCE!
01/11/2016
14:50
São Paulo (SP)

Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, endossou as críticas sobre as condições do gramado do Allianz Parque. De acordo com ele, "é uma falta de respeito" com atletas e com o clube.

- É uma falta de respeito com os jogadores e com o Palmeiras esse tipo de gramado em que nós estamos jogando, mas acredito que com o cancelamento do último show a World Sports (empresa contratada pela WTorre para cuidar da grama) vai conseguir deixar o gramado em condições para o jogo contra o Inter - disse o mandatário.

Mariah Carrey faria uma apresentação nesta terça-feira, mas cancelou devido a problemas com a produtora. Com isso, a grama teve mais tempo para se recuperar para o jogo do próximo domingo, contra o Internacional. Nos jogos contra Grêmio e Sport, que aconteceram após shows de Andrea Bocelli e Aerosmith, o campo estava visivelmente prejudicado. Cuca, Alexandre Mattos e vários jogadores já haviam reclamado.

De acordo com Paulo Nobre, a WTorre deveria conversar mais com o Palmeiras em busca de soluções. As partes, porém, tratam a maior parte dos temas relacionados à arena na esfera judicial.

- Deveria existir mais diálogo e parceria entre as partes, sem que uma atrapalhe o bom andamento da outra. O Palmeiras é um clube de futebol e necessita do seu estádio com um gramado em condições para a prática do futebol. É isso que a gente espera que aconteça no ano que vem - acrescentou Nobre, que se diz contra a utilização de gramado sintético, algo que a WTorre também diz não cogitar no momento, embora já tenha recebido ofertas.

- Sou presidente por mais 45 dias. A minha opinião é que é um absurdo falar em gramado sintético no Allianz Parque, uma vez que nós temos sol em abundância e tecnologia suficiente para ter um gramado em ordem. Você está no Brasil, não está nos países nórdicos, onde tem esse problema.