Arouca - Palmeiras (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Arouca já treina no gramado. Nesta semana, se juntará ao grupo (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Fellipe Lucena
03/11/2015
08:00
São Paulo (SP)

Fora das últimas seis partidas do Palmeiras por lesão, Arouca tem chance de voltar a jogar no domingo, contra o Vasco, no Allianz Parque. Essa é a expectativa otimista do clube: a ideia é encerrar o recondicionamento físico do camisa 5 nesta semana e liberá-lo para treinar com todo o grupo.

Dependendo da evolução, o retorno do volante pode ser adiado para a rodada seguinte, contra o Atlético-PR, no dia 18 de novembro. Além dessas duas partidas, o Verdão ainda encara o Cruzeiro, no dia 22, antes de iniciar a disputa pelo título da Copa do Brasil contra o Santos, dia 25.

Marcelo Oliveira terá, portanto, dois ou três jogos para decidir quem será o parceiro de Arouca nas finais. A opção mais conservadora seria utilizar Amaral, cuja principal característica é a marcação. A outra alternativa é manter Matheus Sales, jovem de 20 anos que tem chamado a atenção pela qualidade para sair jogando e até chegar ao ataque.

Thiago Santos, de características parecidas com as de Amaral, não pode jogar na Copa do Brasil por já ter defendido o América-MG na edição deste ano. Já Andrei Girotto está em baixa, tanto que foi cortado até do banco no clássico do último domingo, contra o Santos, na Vila Belmiro.

- Acho que é possível jogar em algum momento com Arouca e Matheus Sales e fazer a linha de três meias na frente, com o Robinho mais adiantado. Mas vamos estudar - declarou Marcelo Oliveira, após a derrota por 2 a 1 no fim de semana.

No dia 4 de outubro, durante a derrota por 5 a 1 para a Chapecoense, Arouca sofreu uma desinserção muscular (desprendimento do músculo do osso) na região posterior do joelho direito. Se conseguir deixá-lo à disposição para domingo, o clube estará cumprindo a expectativa de recuperá-lo em cerca de um mês.

Sem Gabriel desde agosto (operou o joelho esquerdo e só volta em 2016), o Palmeiras sofreu ainda mais quando não contou com Arouca. Os dois são chamados de “pitbulls” pela torcida devido ao poder de marcação, mas a falta da dupla foi ainda mais sentida pela qualidade na saída de bola. Com dois volantes marcadores, o time não andou. Com Matheus Sales, melhorou. Quem vai jogar?