Marcelo Oliveira (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)

Marcelo Oliveira concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)

LANCE!
12/02/2016
12:50
São Paulo (SP)

Dois títulos estaduais pelo Coritiba, dois Brasileiros e mais um estadual pelo Cruzeiro e a Copa do Brasil pelo Palmeiras. Questionado após os empates consecutivos diante de São Bento (2 a 2) e Oeste (0 a 0), Marcelo Oliveira usou o currículo vitorioso para avisar que ser pressionado não incomoda.

- Faz parte do cargo (ser pressionado). Quando me preparei para ser treinador, me preparei para isso.  Mesmo com dois títulos de Campeonato Brasileiro no Cruzeiro existia crítica. Preciso trabalhar, passar confiança, ajustar, melhorar. Só com vitórias vamos ter tranquilidade. Não ganhei na loteria seis finais de campeonatos nacionais em cinco anos (chegou à final da Copa do Brasil quatro vezes, além dos dois títulos no Brasileiro por pontos corridos). Não ganhei seis títulos na loteria. Foi por trabalho, concentração, união dos jogadores - disse o comandante do Verdão.

O técnico concedeu entrevista coletiva após o treino desta sexta-feira pela manhã, que foi fechado para os jornalistas. Quando os portões foram abertos, só foi possível vê-lo em uma conversa com o diretor de futebol Alexandre Mattos e o gerente Cícero Souza.

- Não dá para falar (o tema da conversa) porque não lembro tudo, mas conversamos sobre o trabalho que foi feito, ideias táticas para o próximo jogo e algum detalhe que podemos ajustar. Nada mais do que isso - explicou, antes de dizer que não percebe "uma pressão imensa", como citou um repórter em uma das perguntas da entrevistas:

- Essa pressão imensa vem de onde? No estádio? Não percebi. Vejo sempre a torcida cantando. Claro que um ou outro reclama, atrás do banco. É normal. Estou acostumado. No Brasil precisamos de resultado, se possível jogar bem. O meu anseio é o mesmo. Eu também me cobro muito. Não tem problema com isso. Tem de ajustar no dia a dia, buscar vitórias, que sejam convincentes.

Marcelo Oliveira vai escalar uma equipe repleta de reservas neste sábado, às 17h, contra o Linense, no Allianz Parque, pela quarta rodada do Campeonato Paulista.