Fellipe Lucena
15/07/2017
14:23
São Paulo (SP) 

A Mancha Alviverde, maior torcida organizada do Palmeiras, protestou em frente à Academia de Futebol neste sábado. Os manifestantes gritaram que "Libertadores é obrigação", disseram ter saudade de "quando o Palmeiras jogava com vontade" e deram até coletiva para a imprensa.

A ideia do protesto era cobrar explicações da diretoria em uma espécie de entrevista com Alexandre Mattos. O diretor avisou na sexta-feira que, por ordem do presidente Maurício Galiotte, não atenderia ninguém. Assim, a Mancha fez seus questionamentos por meio de um manifesto por escrito - que foi enviado ao clube - e de um pronunciamento de seus líderes.

"A Mancha está com quem corre. Quem correr, quem se dedicar, quem honrar a camisa do Palmeiras, estamos juntos. Quem for pilantra, paneleiro e corpo mole a gente vai cobrar. Não vamos aceitar falta de profissionalismo e omissão de ninguém", disse um dos torcedores.

O treino desta manhã foi no Allianz Parque, e o ônibus com os jogadores chegou ao CT durante a manifestação. "Não é mole, não, muito dinheiro pra pouca obrigação" e "p... que pariu, é o elenco mais caro do Brasil", foram os gritos entoados quando o elenco chegou.

O Palmeiras enfrenta o Vitória às 11h deste domingo, no Allianz Parque, para tentar quebrar a sequência de três derrotas seguidas.

Confira na íntegra manifesto publicado pela organizada:

"A mesma torcida que:

Apoia o time quando perde de forma vergonhosa para a Ponte.
Canta sem parar em todos os jogos, mesmo perdendo de 3 x 0 no primeiro tempo.
"Lutou" com os jogadores em Montevidéu.
Paga seu ingresso e lota o Allianz.

TEM O DIREITO DE SE MANIFESTAR CONTRA O ATUAL MOMENTO E EXIGIR EXPLICAÇÕES PÚBLICAS

Solicitamos ao homem forte do futebol da S.E. Palmeiras, o nosso diretor Alexandre Mattos, que responda alguns questionamentos feitos por torcedores no que diz respeito à parte administrativa e ao planejamento da diretoria, sobre o comando técnico, suas decisões, mas principalmente sobre a postura e rendimento de alguns jogadores,

DIRETORIA

Postura do presidente

Qual é o envolvimento do presidente Maurício Galiotte no dia a dia do futebol? O fato de o presidente ter mudado sua sala do CT para o clube social fez com que alguns jogadores se acomodassem?

Montagem do elenco

A escolha dos jogadores contratados passa pelo presidente e pelo técnico ou é uma escolha sua?

Por que algumas posições contam com número exagerado de atletas e em outras temos carências eminentes?

Por que nossos atletas da base não recebem chances e sequência no time profissional?

Ausência da diretoria

Por que a diretoria tem demorado tanto para se pronunciar publicamente em momentos difíceis da equipe?

Por que, ao contrário do ano passado, vemos constantemente informações importantes sendo vazadas para a imprensa? O vestiário não está mais blindado?

Por que a diretoria não vem se pronunciando a respeito dos erros de arbitragem contra o Palmeiras?

Prioridade escolhida

No planejamento feito para 2017 algum campeonato tinha sido colocado em primeiro plano?

Com a situação atual no Brasileiro, houve mudança neste planejamento para que a Libertadores eventualmente virasse prioridade?

COMISSÃO TÉCNICA
Eduardo Baptista

Foi um erro a contratação do Eduardo?

Alberto Valentim foi cogitado para manter o trabalho feito pelo Cuca?

Cuca

Com a chegada do Cuca, foi necessário alterar o planejamento inicial?

Se sim, foi por um pedido do Cuca ou uma decisão conjunta?

Apesar do treinador não ter tido tempo suficiente para treinar, a diretoria questiona a parte tática da equipe e a manutenção de alguns jogadores no time, como Egídio e Tchê Tchê? Questiona a falta de padrão é esquema tático do time?

JOGADORES

É notória a queda de rendimento de alguns jogadores. Dudu, Prass, Zé Roberto, Jean e Tchê Tchê eram os principais jogadores do ano passado e o rendimento deles este ano não é o mesmo. A diretoria identificou os motivos?

Falta de vontade, desentendimento com o treinador ou a noite de São Paulo?

Jogadores como Egídio, Fabiano e Erik ainda podem ser úteis?

Na avaliação da diretoria, com o Palmeiras disputando 3 torneios simultâneos, o Jailson não merecia ter tido oportunidades para jogar um dos torneios?

A contratação do Borja foi um erro ou falta de adaptação?

A diretoria e a comissão técnica têm o planejamento de mantê-lo no time para ganhar ritmo ou deixá-lo no banco para não queimá-lo de vez?

A nova contratação é um atacante que vem para ser titular ou mais um para inchar o elenco?

E por fim agradecemos ao Sr. Alexandre Mattos pelas respostas e esclarecimentos de algumas dúvidas que os torcedores têm. As dúvidas não são da Mancha, e sim de toda coletividade palmeirenses

NOSSA POSTURA

Como sempre, iremos apoiar e cantar os 90 minutos do jogo.

Porém se identificarmos que existe corpo mole, problemas de vaidade ou soberba que prejudique o Palmeiras, ninguém irá nos calar e quem apoia passará a cobrar! Quem leva para o céu pode trazer para o inferno.

DAQUI PRA FRENTE:

Apoio para quem merece apoio

E FORA DO PALMEIRAS AQUELE QUE O PREJUDICA!

Diretoria Mancha Alvi Verde

Um por todos e todos por um"