Lucas - Palmeiras

Lucas brincou sobre o que disse ao juiz (Foto: REGINALDO CASTRO)

LANCE!
19/11/2015
15:02
São Paulo (SP)

O lateral-direito Lucas, único jogador do Palmeiras a conversar com a imprensa no desembarque da delegação em São Paulo, brincou sobre sua reação descontrolada após o gol de Alecsandro, que definiu o empate por 3 a 3 com o Atlético-PR, em Curitiba - o camisa 32 partiu para cima do árbitro Dewson Freitas da Silva e berrou em frente a ele.

- Eu disse para ele que ele é muito legal, muito gente boa (risos).

Os palmeirenses se irritaram com o lance do terceiro gol atleticano. O Furacão bateu uma falta rapidamente, enquanto um jogador rubro-negro estava caído, e pegou a defesa paulista desatenta. Jackson e Robinho foram expulsos. Lucas classificou o jogo como "maluco", mas elogiou a postura do time.


- A gente vai procurar melhorar sempre. Ontem demonstramos uma atitude boa de não desistir, de tentar, de lutar. A equipe do Atlético é muito forte jogando nos seus domínios e a gente mostrou disposição. É claro que temos que melhorar em outros aspectos, mas é decisão. Decisão se define em detalhes, em superação, é isso que a gente vai buscar.

Com chances remotas de terminar o Brasileirão no G4, o Palmeiras foca a cada dia mais na final da Copa do Brasil, contra o Santos, nas próximas duas quartas. Sábado, a equipe encara o Cruzeiro, e Lucas quer terminar o Nacional "com dignidade".

- A gente não vai encarar como treino, não. Esse escudo do Palmeiras é muito grande e merece respeito. A gente vai se entregar ao máximo e tentar terminar o Brasileiro com dignidade - disse ele, que dá de ombros para o suposto favoritismo do Peixe.

- Eu não estou nem aí com isso, não vejo matérias, o que a imprensa fala. Estou preocupado em levantar a taça, só isso que me interessa.