Leandro Almeida - Palmeiras (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

Leandro Almeida - Palmeiras (FOTO: Cesar Greco/Palmeiras)

LANCE!
26/01/2016
15:57
São Paulo (SP)

Leandro Almeida repetiu algumas vezes em sua entrevista coletiva desta terça-feira que "este ano será diferente". O zagueiro chegou a se emocionar ao dizer que sua vontade é dar certo no Palmeiras para orgulhar o pai, Carlos, que faleceu há dois anos.

- Infelizmente perdi meu pai há dois anos. Lembro que quando eu estava na escolinha, a gente acompanhava o Palmeiras e ele gostava do Júnior Baiano, Roque Júnior. Ele gostava desses jogadores que sentavam a madeira mesmo. Ele era zagueirão da roça, gostava de quem sentava o pé mesmo, igual o Cléber (risos). Como somos de Minas, não éramos torcedores do Palmeiras, mas ele sempre falava, que o Palmeiras é grande, isso e aquilo - contou.

- Surgi no Atlético-MG, fui para o Dínamo, voltei para o Coritiba e de repente veio uma proposta para o Palmeiras. Pô, uma proposta do Palmeiras... Difícil falar (pausa emocionada). Infelizmente ele não está aqui para presenciar isso. Por isso que eu quero dar muita alegria não só para ele, mas para a torcida também - acrescentou o jogador de 28 anos.

Leandro Almeida respirou fundo para evitar as lágrimas. Depois da entrevista, pediu desculpas aos jornalistas por ter ficado "muito nervoso".

- A minha vontade é permanecer, realizei um sonho do meu pai de chegar a um clube muito grande. Tenho vontade de jogar aqui, mostrar qualidade. Em todos os clubes em que passei, joguei. Infelizmente, aqui ainda não tive uma sequência boa. Acredito que esse ano vai ser diferente. Acredito, não. Vai ser diferente. Se houve sondagem não chegou até mim. Se houve proposta também não chegou. Quero vestir essa camisa por vários anos - disse.

Leandro foi titular nos dois jogos da Copa Antel, contra Libertad (PAR) e Nacional (URU). Vitor Hugo, o titular da zaga, foi poupado devido ao desgaste físico e ainda não está confirmado para a estreia no Campeonato Paulista, domingo, em Ribeirão Preto.