Allione e Moisés - FOTO: Cesar Greco/Palmeiras

Moisés e Allione se abraçam: foram os autores dos gols (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

LANCE!
20/01/2016
22:28
São Paulo (SP)

Foi apenas a semifinal de um torneio amistoso e o estádio estava praticamente vazio, mas os jogadores do Palmeiras deixam o estádio Centenário, em Montevidéu (URU), valorizando a vitória por 2 a 0 sobre o Libertad (PAR) e encarando o desafio já como uma lição para a Copa Libertadores. A equipe agora faz a final da Copa, no sábado, contra o Nacional (URU).

- Jogo difícil, para entrar no clima da Libertadores. Nosso time foi bem, criou oportunidades e conseguimos os gols. É sempre jogo pegado contra time da Argentina, Uruguai ou Paraguai. Deu para sentir isso - disse o zagueiro Leandro Almeida, substituto do poupado Vitor Hugo entre os titulares, à ESPN Brasil.


Os gols foram marcados por dois atletas que saíram do banco de reservas: o meia Allione, com assistência de Erik, outro que entrou durante o segundo tempo, e o volante Moisés, que inclusive foi o principal destaque do duelo.

- Foi muito importante para mim e para o time começar assim a preparação. O Paulista começa em duas semanas. Estou muito feliz pelo gol e pela vitória. Nós que entramos tivemos a sorte de fazer os gols, mas os 11 que começaram fizeram bom trabalho. A gente entrou para ajudá-los um pouco mais - disse Allione.

- Agradeço muito a Deus por essa maravilha. Estrear em um grande clube como o Palmeiras, fico feliz pela vitória, pelo gol, começar assim dá uma confiança ainda maior.