LANCE!
11/07/2016
18:46
São Paulo (SP)

O Palmeiras é o time que mais pontuou no Brasileirão (ao lado do Corinthians, mas com um jogo a menos), tem o melhor ataque, o melhor saldo de gols e incríveis 100% de aproveitamento como mandante. Já tem cara de campeão? Para Jean, ainda não. Mas é questão de tempo...

- Olha, se você pegar jogo a jogo, está criando essa cara, está criando essa forma de campeão. Não só pelas vitórias, mas pela maneira como elas estão acontecendo. A gente não está só ganhando, a gente está ganhando com propriedade, com consistência, fazendo dois, três gols por partida, criando chances para fazer mais, não dando chances ao adversário. Não vou dizer que a gente está com cara de campeão, mas está criando essa cara - opinou o volante, que é titular na lateral direita com Cuca.

Campeão brasileiro em 2008, pelo São Paulo, e 2012, pelo Fluminense, Jean sabe que o time não pode se empolgar com a boa fase. Ele diz que tem "puxado o freio" de alguns garotos quando acha necessário.

- O Cuca deixa bem claro que o principal é colocar os pés no chão, ter na mente que não ganhamos nada ainda, e sim começou a aflorar um trabalho ao qual ele deu início há um tempo. Estamos conseguindo nos manter lá em cima, essa molecada está bem consciente. Não só pelo Cuca, mas porque a gente também pega um ou outro e dá uma segurada - declarou o camisa 17.

O jogador admite que o clássico contra o Santos, às 20h30 desta terça-feira, no Allianz Parque, será "diferente". Ele não estava no clube em 2015, mas sabe que a rivalidade vem se acirrando desde então.

- Não tenha dúvida disso. Ano passado começou a se tornar algo mais forte. Amanhã vai ser diferente também, nossa preparação tem de ser dobrada. Todo jogo é uma decisão, não é amanhã que vamos ganhar o campeonato, mas ajuda na questão da confiança também.