Allione em River (URU) x Palmeiras: jogo-treino (César Greco)

Allione disputou jogo-treino entre River (URU) e Palmeiras (foto: César Greco)

Thiago Ferri
21/01/2016
19:48
Enviado Especial a Montevidéu (URU)

No fim do ano passado, o Rosario Central (ARG) tentou tirar Allione do Palmeiras, mas a proposta só de empréstimo e o fato de os times estarem na mesma chave da Libertadores fizeram com que a negociação não avançasse. Reserva do técnico Marcelo Oliveira, o argentino ouviu que era importante para os planos de 2016, e agora espera ter mais chances do que em 2015.

- Eles me disseram que sou importante como cada um dos jogadores do time. Temos de trabalhar e esperar a oportunidade - resumiu o camisa 20, que marcou um dos gols na vitória sobre o Libertad (PAR), por 2 a 0.

Aos 20 anos, Allione ainda é tratado como um jogador de futuro no Verdão, mesmo que ele esteja atrás na briga por uma vaga entre os titulares. Atrapalhado por uma lesão no joelho e alta concorrência, o meia-atacante fez apenas 28 jogos em 2015 e até por isso se interessou por jogar no Rosario. Após o 'fico', ele agora quer aumentar a frequência em campo.

- Eu estou esperando mais oportunidades, mas se não começar jogando ou não, entrando no segundo tempo vou continuar trabalhando para jogar, apoiando ao time que estiver em campo - completou.

Às vésperas do início da Libertadores, Allione exaltou o trabalho do Palmeiras em Montevidéu. Para ele, a equipe está se adaptando bem a um estilo de jogo parecido com aquele que enfrentarão no torneio continental.

- Serve como preparação para a temporada, é bom porque jogamos contra times internacionais, dá para medir como vai ser a Libertadores, uma Copa difícil.  Estamos bem, temos um grupo unido, que trabalha muito e duro no dia a dia. Temos de seguir neste caminho para fazer um bom papel nos campeonatos que disputarmos - encerrou.