Ídolo do Palmeiras, Ademir da Guia dá autógrafos em evento (Foto: Divulgação / Meltex)

Ídolo do Palmeiras, Ademir da Guia dá autógrafos em evento (Foto: Divulgação / Meltex)

LANCE!
09/03/2016
15:55
São Paulo (SP)

Pela Libertadores, o Palmeiras entra em campo nesta quarta-feira, às 21h45, para enfrentar o Nacional do Uruguai, no Allianz Parque. Na véspera do jogo, o ídolo palmeirense Ademir da Guia compareceu ao Grand Plaza Shopping, em Santo André, onde atendeu aos fãs em um evento promovido pela Academia Store e rememorou partidas equilibradas ante os adversários uruguaios.

- Não era moleza jogar contra os uruguaios. Os jogos eram sempre difíceis e equilibrados. Na minha época, o jogador de futebol uruguaio mostrava excesso de garra e de vontade nos lances. Dividiam e não tiravam o pé. Às vezes, os jogos contra eles eram até violentos - contou.

O ex-jogador também fez sua aposta. Para ele, o Palmeiras leva a melhor sobre os uruguaios.

- O Palmeiras tem uma boa equipe e está embalado. Acredito, sim, que possa vencer o Nacional - afirmou.

Ademir falou ainda sobre a emoção de se aproximar novamente da torcida e de continuar sendo aclamado, mesmo aposentado há quase 40 anos.

- Fico feliz em saber que até hoje sou lembrado pelas pessoas. Isso fica claro quando me pedem autógrafos ou fotografias. Sempre gostei de ter contato com este carinho, que recebo desde os tempos de jogador - vibrou o Divino.

Ao longo dos 16 anos em que envergou a camisa do Verdão, Ademir acumulou, ao todo, 14 jogos contra times do Uruguai: foram oito vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas. O Divino ainda balançou as redes adversárias em duas oportunidades – e em nenhuma delas o Palmeiras perdeu. Além disso, o eterno camisa 10 foi o jogador que por mais vezes vestiu a camisa palestrina: entre 1962 e 1977.