Heber

Heber Roberto Lopes pode pegar até 180 dias de suspensão por lance com Dudu (Miguel Schincariol/Lancepress!)

RADAR / LANCE!
21/09/2016
11:49
Rio de Janeiro (RJ)

A conduta de Heber Roberto Lopes no dérbi entre Corinthians e Palmeiras rendeu uma nova denúncia da procuradoria do STJD. Nesta quarta-feira, foi divulgado que o árbitro pode ficar de 15 a 180 dias de suspensão, por seu empurrão no palmeirense Dudu ser designado como ""empregar de forma excessiva seu poder".

A maneira como a procuradoria do STJD avaliou a conduta do árbitro recebeu fortes críticas de José Roberto Wright. O ex-árbitro aprovou a conduta de Heber Roberto Lopes, que, com sua atitude, evitou Dudu de iniciar um tumulto no clássico: 

- Este tipo de contato acontece corriqueiramente no futebol. O Heber Roberto Lopes foi para cima do Dudu no sentido de proteção, porque o jogador vinha na direção inicialmente do adversário. O Heber o interrompeu, evitando um tumulto maior na partida. O Tribunal está exagerando.

O Especialista em Arbitragem da Academia LANCE! também criticou a conduta do Tribunal ao avaliar o desempenho dos árbitros nas partidas:

- O Tribunal tem de entender que cada árbitro tem seu estilo de jogo. É hora do Tribunal voltar ao seu lugar, deixando suas atenções para dar aos agressores maiores punições disciplinares. O órgão está começando muito mal suas análises ao ficar julgando suposições em condutas de árbitros.

Wright ainda questionou o fato de Heber ter recebido punição por não marcar falta no lance em que o corintiano Fagner deu carrinho no rubro-negro Ederson:

- O caminho do Tribunal está muito errado, e sua prepotência pode trazer consequências bem graves. Recentemente, puniram o Heber por um lance de fato, o que é impedido pela Fifa de ser julgado. Caso alguém que for julgado por situações de fato durante uma partida seja punido e o caso vá para a Fifa, vai ganhar o debate e a CBF pode ser punida.