Maurício Galiotte e Cuca

Maurício Galiotte e Cuca durante treino do Palmeiras na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco)

LANCE!
22/08/2017
22:35
São Paulo (SP)

Independente do que acontecer no clássico de domingo, contra o São Paulo, Alexandre Mattos e Cuca serão mantidos no Palmeiras. Quem diz é o presidente do clube, Maurício Galiotte. Segundo ele, o Verdão hoje tem uma estrutura no departamento de futebol que renderá frutos no futuro e, por isso, não vai mudá-la.

- Presidente do Palmeiras tem de estar preparado para sofrer pressão. Sofremos pressão a todo momento, inclusive quando a gente ganha. Caso ocorra o que você está dizendo (uma derrota no Choque-Rei), Mattos será mantido e Cuca será mantido. O trabalho terá continuidade - avisou o presidente, em entrevista à ESPN Brasil.

- Temos contrato com o Cuca até o fim de 2018. Da nossa parte, ele é o treinador do Palmeiras. Se em algum momento não se sentir à vontade, achar que o ciclo terminou, é outra questão. Conto com o trabalho do Cuca, confio no Cuca. Nos últimos oito anos, foi campeão oito vezes. Não adianta fazer outras experiências. Cuca está mantido - completou.

Nesta tarde, após o treino, o técnico pediu para falar e disse ter certeza de que seu trabalho dará resultados e, por isso, não pedirá para sair. Ele e Alexandre Mattos tiveram suas saídas cobradas pela Mancha Alviverde e também estão sendo criticados diante da má fase. Ambos têm contrato até o fim de 2018, e ao menos na entrevista Galiotte mostrou que deseja cumprir os acordos.

- Vamos pensar no Palmeiras de alguns anos atrás e vamos pensar no Palmeiras de hoje. É incomparável que nossa situação é melhor, a perspectiva é melhor. O Alexandre Mattos participou do processo a partir de 2015, quando chegou com a Crefisa. Ele participou desta reformulação do departamento de futebol e hoje temos um departamento diferente do que tinha anteriormente. Um profissional vitorioso, muito competente, ganhou cinco títulos nos últimos quatro anos, e da mesma maneira que respondi do Cuca, eu falo do Mattos. Não vou alterar a estrutura do futebol. É uma estrutura vencedora. Não ganhamos neste momento, mas vamos ganhar. A partir do momento que nós alterarmos a filosofia, eu acho que vamos comprometer. Existe uma filosofia, um trabalho - completou.

Depois de tanta expectativa que se criou para esta temporada, o Palmeiras vem acumulando frustrações em 2017. Eliminado precocemente do Paulista, Copa do Brasil e Libertadores, o Verdão tem apenas o Brasileiro para disputar. Já são três partidas sem ganhar, e o time está em quarto lugar, a 14 pontos do líder. O jogo contra o São Paulo será às 16h, no Allianz Parque.