LANCE!
26/09/2016
12:33
São Paulo (SP)

Gabriel Jesus disse que foi enganado por Fábio Caran, seu ex-agente que briga com o Palmeiras na Justiça. O motivo foi o vazamento da conversa entre ele e o empresário, em que chegou a dizer que pensou em desistir da negociação com o Manchester City por conta desta disputa judicial. O diálogo no WhatApp foi anexado por Caran no processo contra o Verdão, como revelou o Uol.

Durante a conversa, o camisa 33 diz ao seu antigo empresário:

- Fábio, você sabe como o presidente (Paulo Nobre) é, por mim o Palmeiras apenas pegava o que tem direito, sério. De verdade. Mais infelizmente ainda existe (sic) pessoas egoístas demais. Juro. Quase desisti de fechar esse negócio para o Palmeiras não ganhar nada - escreveu o atacante a Caran. Em nota divulgada à imprensa, Jesus disse ter sido manipulado.

- Lamento o fato de um trecho de uma conversa com o meu ex-agente ter sido utilizada de maneira descontextualizada, incompleta e sem nenhuma responsabilidade. Infelizmente fui enganado e manipulado por uma pessoa que antes eu confiava. Utilizar uma conversa particular que foi “preparada” com segundas intenções mostra um pouco da índole e caráter dessa pessoa - afirmou o jogador.

"É uma pena, mas a minha historia com a torcida, diretoria do Palmeiras e presidente Paulo Nobre são muito maiores do que isso. Já passei o caso aos meus advogados que tomarão as mediadas cabíveis"

O Palmeiras, por sua vez, informou já ter "ciência do conteúdo das mensagens e, principalmente, o que há por trás dessa conversa". Por isso, considera que o caso está esclarecido.

A briga entre Palmeiras e Caran se iniciou depois de o clube concluir que o ex-agente negociou os 22,5% dos direitos econômicos do atacante a terceiros sem ser comunicado. Isto é proibido em contrato e a pena estipulada é o retorno desta fatia ao Verdão.

Por isso, o clube entrou na Justiça para reaver a parte e enquanto isto não repassará nada para Fábio Caran da venda ao City. O clube inglês vai pagar os 32,75 milhões de euros (R$ 119 milhões) até dezembro, e o Palmeiras ficará com 20,75 milhões de euros (R$ 75 milhões), equivalente aos seus 30%, além dos 22,5% de Fábio Caran - R$ 35 milhões já foram depositados para o Verdão. O restante vai para Gabriel Jesus e seu atual empresário, Cristiano Simões.

A disputa ainda não tem prazo para terminar, mas o Verdão teve uma primeira vitória no caso. Ao iniciar o processo, a defesa de Caran pediu que o valor que teoricamente lhe cabia fosse depositado em juízo até que se definisse quem estava certo. A juíza do caso indeferiu o pedido em primeira instância, por considerar que o Palmeiras tem condições de arcar com esta quantia no futuro, se necessário.

Gabriel Jesus ficará no Verdão até dezembro e depois se apresenta no Manchester City. Ele assinou com o clube de Pep Guardiola até 2021.