Palestra de 1993

Palmeiras 8x0 Corinthians

LANCE!
05/11/2015
14:05
São Paulo (SP)

Se o corintiano já tem festejado nesta semana o aniversário de uma goleada histórica (7 a 1 sobre o Santos), que completa dez anos nesta sexta-feira, o palmeirense também comemora no início de novembro o maior massacre da história do clássico entre Palmeiras e Corinthians. A goleada por 8 a 0, aplicada pelo Verdão no Dérbi de 1933, completa 82 anos nesta quinta.

Em 5 de novembro daquele ano, em jogo que valeu pelo Campeonato Paulista e pelo Torneio Rio-São Paulo, o Palestra Itália detonou o Timão, que sofreu sua maior goleada registrada até os dias de hoje. Pellicciari, com quatro gols, foi o destaque da partida, enquanto que Luiz Imparato marcou três vezes. Gabardo fez o outro, no jogo que foi disputado no antigo Parque Antarctica.


Na temporada de 1933, o Palmeiras acumulou 34 partidas, das quais venceu 26, empatou cinco e perdeu apenas três. Além disso, naquele ano, o ataque alviverde balançou as redes adversárias 113 vezes.

Em partidas válidas apenas por competições oficiais (Paulistão e Rio-São Paulo), o Palestra acumulou diversas goleadas: 5 a 1 no Corinthians, 5 a 1 no Syrio-SP, 4 a 1 no Fluminense, 6 a 0 no Bangu-RJ, 4 a 3 no Santos, 5 a 0 no Ypiranga-SP e nova goleada sobre o Syrio-SP, por 5 a 0. Ainda houve mais duas: um 4 a 0 no América-RJ, na partida final do Torneio Rio-São Paulo, e, antes desta, a mais emblemática, que aconteceu há exatos 82 anos.


FICHA TÉCNICA:
Palmeiras 8x0 Corinthians

05/11/1933
Estádio:
Palestra Italia. São Paulo-SP
Árbtiro: Haroldo Dias da Mota (SP)
Palestra Italia: Nascimento; Carnera e Junqueira; Tunga, Dula e Tuffy; Avelino, Elísio Gabardo, Romeu Pelliciari, Lara e Gino Imparato. Técnico: Humberto Cabelli.
Corinthians: Onça; Rossi e Bazani (Nascimento); Jango, Brancário e Carlos; Carlinhos, Baianinho, Zuza, Chola e Gallet. Técnico: Pedro Mazzulo.

Gols: Romeu Pelliciari (7' do 1ºT-PAL), Romeu Pelliciari (30' do 2ºT-PAL), Romeu Pelliciari (40' do 2ºT-PAL), Elísio Gabardo (1' do 2ºT-PAL), Romeu Pelliciari (7' ou 10' do 2ºT-PAL), Gino Imparato (9' do 2ºT-PAL), Gino Imparato (35' do 2ºT-PAL) e Gino Imparato (40' 2ºT-PAL).