Thiago Ferri
06/07/2016
10:15
São Paulo (SP)

Aos 19 anos, Gabriel Jesus tem levado a melhor sobre os “trintões” Grafite (37 anos), Fred (32), Bruno Rangel (34) e Diego Souza (31), adversários pela artilharia do Brasileiro. Se o quarteto tem a seu favor a experiência, o garoto se aproveita da melhor fase desde que virou profissional para conseguir uma rara arrancada no torneio. 

Desde 2006, quando o Brasileiro passou a ser disputado entre 20 clubes em pontos corridos, apenas uma vez o artilheiro após 13 rodadas marcou mais do que Jesus: Josiel, no Paraná, com 12, em 2007 - ele acabou a competição no topo, com 20 bolas na rede. Nas outras nove edições, o goleador neste momento do torneio tinha menos do que os dez gols do palmeirense.

Uma ascensão muito rápida para um jogador que foi alçado aos profissionais no início de 2015. Hoje, Gabriel Jesus é quem mais marcou no Palmeiras no ano (19) e virou tema constante nos jornais europeus.

Este assédio não freou o ótimo ano do garoto, elogiado pelos que o conhecem por seu foco. Ele, que sonhava marcar 15 gols na temporada, já bateu a meta e pode ser o primeiro artilheiro do clube desde que o Campeonato Brasileiro foi criado, em 1971.

Seguidamente questionado sobre o futuro, Jesus repete: seu foco é o título brasileiro. Segunda, ele afirmou que não sai até o fim da competição.

Bom para o Palmeiras, que até agora recebeu apenas consultas pelo jogador. A chegada de uma oferta por ele, contudo, é iminente. O clube, dono de 30% dos seus direitos econômicos, só quer negociar sua estrela pelo valor da multa para o exterior, 40 milhões de euros (R$ 146 milhões).  Cinco clubes podem levá-lo por menos: Barcelona, Real Madrid, Bayern de Munique, Paris Saint-Germain e Manchester United. Para o quinteto, o garoto custa 24 milhões de euros (R$ 87 milhões).

O Barça já o assistiu de perto, Juventus, Inter de Milão e Bayern também mostraram interesse, mas ninguém no clube quer desfazer o elenco diante da chance de ganhar o Brasileiro após 22 anos. Isto vale principalmente para Jesus, que está suspenso contra o Santos e daqui duas rodadas vai para Seleção disputar a Olimpíada. Glória, glória, aleluia!